Mulheres: vocês sabem negociar? Reunimos 5 dicas para colocar em prática já!

Fotos: Stocksnap
Fotos: Stocksnap

Há uma mudança em curso muito importante de ser observada, especialmente entre as mulheres. A pecha de que não sabemos negociar tem motivado muitas de nós a aprender essa habilidade, a pedir o que se quer e encontrar meios de conquistar o objetivo. Percebo por onde passo que a disposição para negociações avançou e isso me alegra, especialmente porque sempre fui avessa a conflitos – e negociar, para mim, pressupunha desgaste e discussões que preferia abreviar ou até evitar.

Assim como eu, muitas mulheres já fugiram das negociações de salários, de folgas, de promoções e preferiram deixar que alguém as reconhecesse ou premiasse espontaneamente, o que nem sempre acontece. Por isso, resolvi dividir algumas dicas práticas para tratar negociações como algo menos traumático.

Para começar: pergunte a si mesma se a negociação é necessária e há chances de conseguir o que quer. Se a resposta for sim, é hora de identificar claramente o que você quer e como vai chegar lá.

No livro 251 Dicas Práticas de Negociação, o autor Luis Henrique Boaventura ensina várias formas de se chegar lá. Elegi e adaptei algumas para começarmos já.

download

1) Saiba o que quer
Anote para você mesma o que você quer daquela negociação. Se for aumento de salário, estipule um alvo. Se forem oportunidades, escreva quais. Saiba exatamente o que foi buscar quando decidiu iniciar a negociação. Tenha uma meta principal e uma margem de flexibilidade em relação ao seu alvo já estabelecida. Assim você tem parâmetro de como está se saindo, mais perto ou longe do que está buscando.

2) Atente ao clima
Como está o ambiente da negociação? Tom de voz? Linguagem corporal do seu interlocutor? Observe e não entre na atmosfera do ambiente se ele não estiver favorável a você. Faça uma pausa, vá ao bebedouro ou peça um tempo para pensar. Você não precisa decidir nada agora, tome o seu tempo.

2R1OMUFVO5

3) Seja discreta
Um dos mandamentos mais antigos da negociação diz que quem revela demais acaba virando alvo fácil. Revele apenas o que for interessante revelar e retenha informações que o oponente não precisa possuir.

4) Tenha um plano B
Não vá a uma negociação sem ter um plano B, ou seja, uma margem de segurança para você recuar ou ter para onde ir se as coisas não saírem como o esperado. Se você não tiver uma alternativa e seu interlocutor souber disso ele vai explorar isso contra você.

5) Tenha sinergia
A negociação não pressupõe que apenas uma das partes saia ganhando, por isso tente conhecer os interesses do seu interlocutor tão bem quanto conhece os seus próprios. Assim vocês podem entrar em acordo ganha-ganha.

Essas são apenas algumas dicas para treinar a arte de negociar. Pergunte o que quer saber, repita o que quer aprender e foque no que quer alcançar. A mudança de paradigmas já está acontecendo e basta olhar para o lado e identificar alguma amiga ou conhecida que já se apoderou dessas técnicas e ver o resultado, geralmente os ganhos de boas negociações são inspiradores.

Leia mais
:: 4 dicas de comportamentos para prestar atenção quando você está tentando poupar dinheiro
:: Faça grandes coisas acontecerem: saiba como melhorar sua “inteligência relacional” 

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna