41% das brasileiras têm medo de lutar por seus direitos

Ir em busca de seus direitos, em um cenário em que diversos caminhos estão abertos e o assunto cada vez mais em voga, pode parecer algo fácil. Porém, quando o enfoque é voltado às brasileiras, a “facilidade” desaparece para 41% que, segundo levantamento da Ipsostêm medo de lutar por mais voz e espaço.

Os dados foram coletados em 24 países pela pesquisa Global Advisor sobre feminismo e igualdade de gênero, realizada pela empresa francesa, que é a terceira maior do mundo na área.  O resultado coloca o Brasil em terceiro lugar, atrás apenas da Índia (54%) e da Turquia (47%). A média global é de 26%, quinze pontos mais baixa que os registros nacionais.

Segundos os indicadores, o medo de defender seus direitos tem como justificativa o temor de que algo possa acontecer com elas – o Brasil está entre os cinco países com maior índice de violência doméstica no mundo, segundo o Mapa da Violência 2015.

Além desses dados, a pesquisa apontou que 18% dos homens no mundo concordam que “as mulheres são inferiores” a eles. No Brasil, esse índice alcançou 16%, contrastando com Rússia e Índia, que lideram a lista com 46%.

Quando questionados sobre o dever das mulheres de cuidar dos filhos e famílias, deixando de trabalhar fora de casa, 17% dos entrevistados globais concordaram, sendo 14% das mulheres a favor e 19% dos homens. Nesse ponto, o Brasil está em linha com a tendência mundial e somente 15% aprovam essa situação.

Sobre a igualdade de oportunidades, 88% dos entrevistados no mundo inteiro afirmam acreditar no equilíbrio de ambos os gêneros – o resultado é positivo entre 86% dos homens e 89% das mulheres. No entanto, 72% dizem que a desigualdade existe atualmente em termos de direitos sociais, políticos e econômicos, especialmente as mulheres.

Leia mais
:: 503 casos por hora: a violência contra mulheres no Brasil
:: Mulheres trabalham 30 horas a mais que os homens por mês, aponta estudo
:: Aplicativo calcula quantas vezes as mulheres são interrompidas por homens ao longo do dia

Leia mais
Comente

Hot no Donna