ABZ de Bridget Jones: por que amamos a personagem que volta aos cinemas nesta quinta

Fãs de comédias românticas, celebrem: Bridget Jones está de volta aos cinemas nesta quinta (29), depois de 12 anos de ausência. Quem se identifica com as loucuras da personagem provavelmente não vê a hora de saber o que aconteceu durante esses anos. E enquanto você espera para ver o filme, fizemos um ABZ da vida de Bridget, para lembrar por que amamos tanto essa personagem.

All by myself

Bridget ressignificou a expressão “coração partido”: de pijamas, embriagada de vinho, comendo horrores e cantando All by myself, da Céline Dion, com um microfone imaginário. Definitivamente, uma cena de fossa.

all by myself - bridget jones

Blusão de rena
Todo o potencial que Mark Darcy tinha para Brigdet resumido a um simpático blusão de rena usado em uma festa de final de ano…

casaco de rena

Coelhinha
Ela já foi fantasiada de coelhinha em uma festa de família – que nem era à fantasia. 

coelhinha - bridget jones

Daniel Cleaver
O sedutor apresentador interpretado por Hugh Grant fez muita gente ficar balançada, né?

hugh grant - gridget jones

Ed sheeran
Além de integrar a da trilha sonora, o cantor faz uma participação especial no terceiro filme.

ed sheeran - briget jones

Família
Os pais de Bridget sempre rendem uma graça à parte nos filmes – e a promessa é que isso se repita.

família

Gravidez
Em o Bebê de Bridget Jones, a protagonista encara uma gravidez inesperada e não sabe quem é o pai da criança. Seria o divertido publicitário Jack, novo interesse romântico na trama, ou o nosso eterno e tímido Mark Darcy, agora ex-marido?

gravidez bridget jones

Helen Fielding
A escritora inglesacriou essa personagem maravilhosa com a qual muita gente se identifica. Além de tudo, ela também é a roteirista dos filmes. 

Ipad
A protagonista acompanha os tempos atuais: no novo filme, o diário, seu melhor amigo, aparece em formato digital.

ipad - bridget jones

Jane Austen

O Diário de Bridget Jones é considerado uma releitura moderna de Orgulho e preconceito, escrito no século 19 por Jane Austen. E sabe o Mark Darcy? Seu nome é inspirado no Mr. Darcy,  o herói criado por Austen.

Like a virgin

Em uma prisão na Tailândia, Bridget mobiliza as outras mulheres enquanto ensina a música icônica da cantora Madonna.

like a virgin - bridget jones

Mark Darcy

Interpretado pelo ator Colin Firth, o personagem rapidamente conquistou o coração de muita gente. Como não? Tímido, bonito, charmoso, retraído, apaixonado por Bridget, usa blusão de rena para agradar à mãe, advogado de sucesso…

mr. darcy - bridget jones

Neve
Corta para o primeiro beijo de Bridget Jones e Mark Darcy em O Diário de Bridget Jones (2001). Na neve. De derreter (ou aquecer!) o coração.

neve - bridget jones

Oscar
Em 2002, a atriz foi indicada ao Oscar de melhor atriz por seu papel no primeiro filme da franquia.

Patrick Dempsey
Com esse novo galã dá até para aceitar melhor a ausência do sedutor Daniel Cleaver, não é mesmo? Dempsey, o McDreamy de Grey’s Anatomy, interpreta Jack, o novo interesse romântico da protagonista.

patrick dempsey - bridget jones

Quarenta
Depois de acompanhar a personagem enfrentando os percalços dos 30, o terceiro longa nos apresenta uma Bridget Jones de 43 anos, bem mais feliz,  resolvida e poderosa – mas estabanada do mesmo jeito.

quarenta - bridget jones

Repórter
Pra quem não lembra: essa era a profissão da personagem. No terceiro filme, ela aparece como produtora de um telejornal.

reporter - bridget jones

Sharon Maguire
Depois de dirigir o primeiro filme e ficar de fora no segundo, a diretora retorna para comandar o terceiro longa da franquia.

Tailândia
Em No Limite da razão (2004), segundo filme da franquia, Bridget vai para a Tailândia, tenta resistir aos encantos de Daniel e, ainda por cima, fica presa por posse de drogas (que não eram dela, claro). 

Unidades alcoólicas

unidades alcoolicas - bridget jones

Vinho
Provavelmente a unidade alcóolica favorita de Bridget – que conta taças e calorias com a mesma obsessão. 

Zellweger
Renée Zellweger, 46 anos, chegou ao estrelato em 1996, depois do filme Jerry McGuire, em que contracenou com Tom Cruise. Mas ela virou queridinha do público mesmo ao estrelar O diário de Bridget Jones, em 2001. Apesar de ter concorrido ao Oscar de Melhor Atriz por esse papel, foi em 2003 que levou a estatueta para casa, como coadjuvante pelo filme Cold Mountain.

renee_afp

Veja Mais
:: Renée Zellweger desabafa: “Não é segredo que o valor da mulher é medido por sua aparência”
:: Renée Zellweger rebate críticas sobre novo visual: “Fico contente por acharem que estou diferente”
:: Renée Zellweger conta por que não engordou para viver Bridget Jones

Leia mais
Comente

Hot no Donna