“Delicada e perfumada”: Cerveja Proibida só para mulheres provoca polêmica nas redes

Cerveja Proibida anuncia produto para as mulheres | Divulgação
Cerveja Proibida anuncia produto para as mulheres | Divulgação

A cerveja Proibida anunciou o lançamento de três novos rótulos da linha Puro Malte e causou polêmica em sua página oficial no Facebook. O mote foi a cerveja Mulher – Rosa Vermelha que é, segundo os idealizadores, “delicada e perfumada, feita especialmente para você, mulher”.

Na manhã desta sexta-feira, a postagem já contava com mais de 5,2 mil comentários e 4,8 mil compartilhamentos, grande parte criticando e ironizando a criação de uma cerveja só para mulheres. “Nossa, finalmente vou poder experimentar uma cerveja. Sempre quis, mas como não tinha pra mulher, nunca pude”, satirizou a internauta Thainá, de Piracicaba. Confira outras críticas:

“Olha! Que maravilha! Uma cerveja feita especialmente para nós, mulheres! Que bom que finalmente uma cervejaria compreendeu nossa essência, nossa delicadeza, nossa fragilidade alcoólica! Essas cervejas feitas até hoje no mundo inteiro realmente só contemplavam o paladar másculo e viril dos nossos homens, não é mesmo? Vou comprar canudinhos cor-de-rosa pra tomar nessa longneck com esse rótulo muito feminino (olha como pensam em tudo!), na cor rosa perolado. Onde será que tem um bar de mulher, com mesa de mulher, com cadeira de mulher, com maquininha de cartão pra mulher, pra gente poder experimentar??? Tô muito curiosa!!! O MACHISMO NOSSO DE CADA DIA!” 
Cíntia, de Florianópolis

“Vocês precisam parar de dizer que uma cerveja é pra homem ou pra mulher! Ambos têm boca e língua! Vocês estão muito atrasados: mulheres já são mais de 40% do mercado de cerveja e vocês ficam rotulando nosso gosto!”
Talita, de São Paulo

Imagem divulgação Proibida

Imagem divulgação Proibida

A segmentação do mercado por gênero levanta questionamentos sobre os preços cobrados para cada tipo de produto. Uma pesquisa realizada pelo Departament of Consumer Affairs, de Nova York, constatou que os itens direcionados às mulheres chegam a ser 7% que aqueles pensados para o público masculino.

Esse não é o primeiro caso de divisão de produtos por gênero que causa impacto negativo no público. Em 2012, a apresentadora americana Ellen Degeneres produziu um vídeo ironizando o lançamento da caneta BIC para mulheres. Assista:

Leia mais
:: Aliado saudável: cerveja pode afastar risco de hipertensão e ainda protege o sistema cardiovascular
:: Que tal uma cerveja de formiga? Veja 10 rótulos com ingredientes inusitados
:: Encontro para beber cerveja após ioga vira tendência nos Estados Unidos

Leia mais
Comente

Hot no Donna