Como você escolhe seu par ideal: especialistas explicam as leis da atração

Cena do filme
Cena do filme "Amor a Toda Prova" | Divulgação, Warner Bros

Rossana Silva, especial

Você nem saiu de casa disposta a conhecer alguém interessante, mas, de repente, cruzou os olhos com os daquele desconhecido e bateu. Esse sentimento espontâneo, capaz de fazê-la querer estar próxima de alguém que recém conheceu, atende pelo nome de atração. Na prática: duas pessoas veem uma na outra a chance de crescer ou de experimentar novas emoções em um relacionamento ou contato sexual, explica o psicólogo Frederico Mattos, autor do livro Relacionamento para leigos.

:: No Dia Mundial do Orgasmo, descubra 5 mitos e verdades sobre o orgasmo feminino
:: Baixa confiança na própria beleza e ansiedade com a aparência preocupa as mulheres, revela pesquisa
:: #Lista! Quais as músicas preferidas dos noivos para a primeira dança em casamentos?

Mas, afinal, que fatores regem as leis da atração, levando você a se interessar por uma determinada pessoa entre tantas outras que encontra pela vida afora?

– Nossa capacidade inata de nos atrairmos mutuamente tem a ver com genética, mas o objeto de escolha é mais cultural do que genético. As pessoas nos atraem por manifestarem traços físicos ou psicológicos que parecem completar nossas próprias características – explica Mattos.

Ilustração: Edu Oliveira

Ilustração: Edu Oliveira

Esse misterioso sentimento é motivado por fatores que a ciência tem se empenhado em decifrar. No campo biológico, estudiosos afirmam que o desejo entre duas pessoas pode nascer da identificação de que aquele certo alguém tem as características necessárias para dar continuidade ao ciclo da vida – ou seja, procriar. Mas, como somos culturalmente influenciados pela sociedade e pela época em que vivemos, as pessoas também fazem as vezes de uma espécie de complemento emocional umas para as outras. Logo, o par ideal vai depender da história de vida de cada um. E esta escolha nem sempre é consciente, racional ou mesmo saudável, alerta Mattos:

– Às vezes, você olha para uma pessoa e vê algo que lhe desperta a atração, mas não está claro o que é. Pode estar relacionado ao jeito de andar, de falar… Não sabemos explicar, mas inconscientemente idealizamos o tipo de pessoa que procuramos – explica a sexóloga Carmen Janssen, destacando que também é daí que surgem as decepções, quando as expectativas não se confirmam.

Com a ajuda da sexóloga e do psicólogo, listamos algumas características que fazem você atrair e ser atraído por outra pessoa.

LINGUAGEM CORPORAL

Na atração, a maneira como você se movimenta pode dizer mais sobre você do que as suas próprias palavras. Carmen Janssen explica que a linguagem corporal é responsável por 55% da nossa comunicação, enquanto a fala corresponde a apenas 7%. A maneira como o outro caminha e gesticula é determinante para que nos sintamos atraídos por ele. Postura e expressões faciais são quesitos importantes e tão sutis que é possível você sequer ter se dado conta de que bastou um olhar para se interessar por alguém.
– Todos temos uma linguagem corporal influenciada pelos movimentos e expressões faciais aprendidos na infância e nos ambientes onde vivemos. E isso pode ser determinante para tornar aquela pessoa atraente ou não para nós – afirma a sexóloga.

SIMETRIA DO ROSTO

item5

O contato visual é provavelmente o fator mais relevante da atração. E o rosto costuma ser a primeira parte do corpo do outro na qual você vai colocar os olhos: é a partir dele que a conexão pode se estabelecer. A sexóloga Carmen Janssen explica que a simetria do rosto é capaz de determinar se aquela pessoa nos atrairá ou não: tanto homens quanto mulheres costumam ter preferência por um par com feições harmônicas. A simetria tem sido relacionada à beleza, e especialistas chegaram a desenvolver cálculos para classificar rostos bem equilibrados. Mas não pense que apenas os bonitos se atraem: o que parece belo aos olhos de alguns não é para outros. E mesmo celebridades consideradas ícones de beleza não têm a face tão simétrica assim. Montagens de fotos de Brad Pitt, Angelina Jolie, Penélope Cruz e Johnny Depp já revelaram que eles não têm a rosto tão alinhado como se imaginava.

ODORES NATURAIS

item2Para os animais, o cheiro é o fator de atração predominante. Embora entre homens e mulheres a aproximação seja mais complexa, pesquisadores dizem ter encontrado também nos seres humanos o vomeronasal, um órgão detector de sinais químicos atuantes no comportamento sexual. Isso não quer dizer que se perfumar é tiro e queda na hora de atrair alguém.
Os feromônios são um odor natural pelo qual mamíferos da mesma espécie interagem e despertam atração sexual uns nos outros. Neurocientistas afirmam que também são produzidos por seres humanos, mas, ainda assim, fazemos uso deles de maneira mais discreta do que as outras espécies.
– Não temos essa coisa do odor tão forte como nos animais, mas ela certamente atua, ainda que de forma inconsciente, na atração – diz Carmen Janssen.

MOMENTO DA VIDA

item4A fase atual da sua vida também é levada em conta para saber quem lhe despertará atração agora. As características do outro podem corresponder ao que lhe faz falta – ainda que você não saiba disso conscientemente.
– Se estamos em uma fase mais reprimida ou livre, podemos encontrar pessoas que despertem algum grau de libertação ou repressão emocional de que sentimos precisar. Algumas pessoas supercorretas podem se apaixonar por pessoas problemáticas pois elas costumam ser mais expressivas e inconsequentes – explica o psicólogo Frederico Mattos.
Um exemplo: uma pessoa em busca de mais aventura na vida pode se sentir atraída por alguém que viaja com frequência.

ATRAÇÃO SUSTENTADA

item3Na maioria das vezes, os fatores que levam à atração são involuntários ou inconscientes. Apesar disso, sentir-se mais sedutora também é uma questão de decisão. Reforçar a autoestima e a autoconfiança é o primeiro passo para as mulheres que desejam chamar a atenção para si.
– A mulher autoconfiante muda sua linguagem corporal, tem uma postura mais ereta. E, ao estar mais confiante, está mais bonita. A mulher que lida bem com a própria sexualidade tem uma postura mais sensual e se torna mais atraente – afirma a sexóloga Carmen Janssen.
Quando a atração bate e é recíproca, possivelmente teremos o início de uma relação. Para tentar se assegurar de que dê certo, é necessário encontrar pontos em comum entre as duas partes.
– Quando maneiras diferentes de ver e agir são alinhadas, junto a uma boa capacidade de lidar com a rotina, dinheiro ou trabalho, o amor encontra um lugar propício para se estabelecer. Sem uma boa logística pessoal o amor naufraga – explica Frederico Mattos.

Leia também
:: No Dia Mundial do Orgasmo, descubra 5 mitos e verdades sobre o orgasmo feminino
:: Pesquisas comprovam que mulheres consomem cada vez mais pornografia

Leia mais
Comente

Hot no Donna