#EleNão: movimento de mulheres Time’s Up adere à campanha contra Bolsonaro

Foto: AgNews
Foto: AgNews

O movimento contra assédio sexual Time’s Up aderiu à campanha contra o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). No perfil oficial do Instagram, o grupo publicou uma foto com a hashtag #EleNão, em apoio às “irmãs brasileiras”.

O Time’s Up foi criado  Hollywood após denúncias de assédio na indústria de entretenimento, reveladas pelo movimento #MeToo no começo deste ano. Outras artistas estrangeiras como Madonna também declararam apoio ao #EleNão.

No sábado, dia 29, mulheres, junto de homens e crianças, foram às ruas em várias cidades do Brasil protestar contra o presidenciável. A mobilização foi organizada pelas redes sociais.

Famosas como Bruna Linzmeyer, Rafa Brites, Fernanda Paes Leme, Maria Casadevall, Nanda Costa e Letícia Sabatella, entre outras, compartilharam em suas contas fotos participando do ato no Rio de Janeiro. Veja: 

Visualizar esta foto no Instagram.

uma trupe de amor contra o ódio 💜✊🏽

Uma publicação compartilhada por bruna linzmeyer (@brunalinzmeyer) em

Visualizar esta foto no Instagram.

Forcejando ao lado de milhares de fortes

Uma publicação compartilhada por Rafa Brites (@rafabrites) em

Visualizar esta foto no Instagram.

#EleNão ✊🏻💜

Uma publicação compartilhada por Fernanda Paes Leme (@fepaesleme) em

Em resposta, no domingo, dia 30, apoiadores de Bolsonaro se manifestaram a favor do ex-militar.

Leia mais:
:: #EleNão: famosas desafiam umas às outras a participarem de ato contra Bolsonaro
:: União de mulheres no movimento #EleNão repercute fora do país

Leia mais
Comente

Hot no Donna