Inglesa é suspensa por se negar a usar salto alto e levanta debate sobre sexismo

(Reprodução/BBC)
(Reprodução/BBC)

Se você tivesse que trabalhar caminhando durante nove horas e seu chefe lhe dissesse que deveria fazer isso de salto alto, o que você faria? A inglesa Nicola Thorp, de 27 anos, se recusou — e foi mandada para casa. Agora, ela fez um abaixo-assinado para criar uma lei que proíba que empresas possam demitir funcionárias que não acatarem códigos de vestuário que incluam saltos alto.

— Os códigos de vestimenta formal são ultrapassados e sexistas — escreveu na petição.

(Reprodução/BBC)

(Reprodução/BBC)

De acordo com a BBC, em dezembro de 2015, Nicola foi contratada temporatiamente como recepcionista de uma companhia de finanças. Ao chegar para o primeiro dia de trabalho usando sapatilhas foi informada que deveria usar sapatos com saltos de 5 a 10cm de altura. Na hora, pediu que explicassem por que usar calçados sem saltos predudicaria seu desempenho. Os empregadores não explicaram. Nicola, então, reclamou afirmando que “funcionários masculinos não precisavam fazer isso”.

:: 4 mentiras que os escritórios contam sobre mulheres no trabalho
:: O que toda mulher precisa saber para crescer no mercado de trabalho ou empreender
:: Donna da minha carreira: “A cobrança sobre si mesma é a primeira grande diferença entre mulheres e homens no trabalho”

— Eles queriam que eu fizesse um turno de nove horas caminhando e levando clientes para salas de reuniões. Respondi que simplesmente não conseguiria fazer isso de salto alto — disse à BBC.

Depois do ocorrido, Nicola fez uma publicação em seu perfil pessoal no Facebook e recebeu comentários de outras mulheres que passaram por situações parecidas. Foi então que teve a ideia de fazer um abaixo-assinado no site do parlamento britânico. Para a petição ser rebida pelo governo, deveria ter 10 mil assinatura. Para ser discutido no parlamento, precisa de 100 mil. Até o momento da publicação desta matéria, o documento possuia mais de 130 mil adeptos.

Leia mais
Comente

Hot no Donna