#meuamigosecreto: Conheça a campanha que expõe pensamentos machistas

Quem vem acessando as redes sociais desde terça-feira já pode ter deparado com a hashtag #meuamigosecreto junto a alguns depoimentos das amigas. A ideia das mulheres engajadas na campanha online é aproveitar a tradição de final de ano para expor pensamentos machistas dos amigos do seu convívio, ainda que sem citar seus nomes. E, dessa forma, demonstrar que todas têm amigos machistas, preconceituosos e com perfis abusadores ao nosso redor.
1
2
A campanha traz diversos relatos – reunidos em uma fanpage desde terça-feira, dia 24 – mostrando o que as mulheres passam diariamente, e a naturalidade com que opiniões machistas costumam ser aceitas na sociedade. São vários exemplos do cotidiano que devem abrir os olhos de homens e mulheres que calam diante desse comportamento, e dar o empurrão que falta para terminar com o silêncio em situações semelhantes.

 

 

Além do Facebook, os relatos estão no Twitter também, confira alguns:
3 2 1
O uso de hashtags para mobilizações online vem sendo uma ferramenta popular para a denúncia do assédio e do machismo. No mês passado, após manifestações de assédio a uma participante de 12 anos do programa MasterChef Júnior, a hashtag #meuprimeiroassedio foi utilizada 82 mil vezes no Twitter para relatar as primeiras experiências de assédio masculino experimentado, em geral ocorridas quando elas ainda eram crianças ou pré-adolescentes.

A hashtag #minhaamigasecreta também ganhou grande repercussão e está sendo usada com a intenção de mostrar que o machismo e abuso não são praticados apenas por homens, e que muitas mulheres também tem esse tipo de atitude:

t tt ttt ttttt tttttt

As jornalistas da Zero Hora reuniram-se para relatar os primeiros abusos sofridos, confira:

Leia mais
Comente

Hot no Donna