O que é sororidade? Saiba mais sobre uma das perguntas mais feitas no Google

Foto: Burst/Free Stock
Foto: Burst/Free Stock

O que é sororidade? Você sabe? Essa foi uma das perguntas mais procuradas no Google em 2017. Um sinal de que cada vez mais está sendo buscado o conhecimento sobre igualdade de gêneros e a busca pela empatia.

Donna conversou com três mulheres empoderadas para entender o que é esse termo:

 

Foto: Fernando Gomes

Foto: Fernando Gomes

– Sororidade é algo que precisamos oferecer antes de exigir. Sororidade é uma prática, um hábito, um “norte”. É muito fácil definir sororidade como a irmandade entre mulheres, como um conceito que nos une nas nossas lutas. Mas entre definir um conceito e aplica-lo na prática pode haver certas distâncias. A sororidade, quando meramente conceitualizada, desejada, ou exigida, não significa muita coisa. A sororidade, nesses termos, é pura quimera. Sororidade tem que ser é mão-na-massa. Ação ativa, não passiva, ação de observação, de auto-observação, exercício constante de empatia, de alteridade, de solidariedade. Sororidade é colocar-se no lugar da outra e estar disposta a entender a outra a partir de seus próprios referenciais, e não dos nossos. Sororidade é escuta, é responsabilidade, e é trabalhar pelo bem viver comum das mulheres apesar das inúmeras diferenças entre nós. Sororidade não é magia, nem tecnologia: é exercício diário. E exercício a gente faz, não espera que façam pela gente.

Joanna Burigo

00c8f217

 

– Não se tem muito o que achar sobre a sonoridade, afinal o conceito é um só. Porém, o mais importante, quando vivemos em um momento em que essa palavra é muito usada, é não deixar a sororidade der banalizada e só usar no “post girl power descolado” e ignorar a mulher do lado que está num relacionamento abusivo ou fazer fofoca da colega que não está nos padrões impostos de beleza. Sororidade seletiva, só com as tuas iguais e quando convém, não é sororidade, é ser conivente com tudo o que nos oprime.

Carol Anchieta

 

 

 

 

 

Foto: Anderson Fetter

Foto: Anderson Fetter

 

– Sororidade é uma palavra bonita, usada para dar nome a um conjunto de gestos mais bonitos ainda. Poder ter uma palavra exclusiva, que designa o que só nós, mulheres, podemos fazer umas pelas outras já é algo empoderador por si só. Sororidade, pra mim, tem a ver com saber olhar pra outra mulher com atenção e cuidado e entender, muitas vezes, que alguns comportamentos têm origem em algum trauma ou na vivência estigmatizada pelo fato de ser mulher, simplesmente. Há um mundo de incompreensão sobre o que nos forma como mulheres. Por isso, é natural, pra mim, que entre nós a gente trate isso com atenção e cuidado.

Nanni Rios

 

 

 

 

Leia mais:
:: Empoderamento e feminismo negro: três mulheres compartilham histórias de vida
:: “Bitch”, novo livro da escritora gaúcha Carol Teixeira, discute o empoderamento feminino com altas doses de erotismo
:: Michelle Obama reúne cantoras pop para cantarem hino de empoderamento da mulher

Leia mais
Comente

Hot no Donna