Olivia Wilde revela que foi considerada “velha demais” para viver par romântico de Leo DiCaprio

Não é novidade nenhuma que a desigualdade de gênero segue afetando as mulheres em Hollywood. A parte boa? Cada vez mais elas têm vindo a público para discutir os casos.

Quem colocou a boca no trombone agora foi Olivia Wilde. Em entrevista ao programa de rádio The Howard Stern Show, ela revelou que perdeu o papel de par romântico de Leonardo DiCaprio no longa O Lobo de Wall Street (2013) por ter sido considerada “velha demais”. Oi? Detalhe: à época, Olivia tinha 28 anos, enquanto Leo contabilizava 38. Quem acabou com a personagem foi Margot Robbie, então com 22 anos.

:: 5 motivos para ter vontade de ser amiga de Olivia Wilde

Mas a recusa, claro, não foi tão explícita assim logo de cara. Em um primeiro momento, o agente de Olivia contou que, após os testes, ela havia sido considerada “sofisticada demais”. A surpresa veio depois:

— Eu pensei “ah, isso é bacana. Gosto desse retorno. Eu não consegui o papel, mas sou uma pessoa sofisticada”. Eu descobri depois que, na verdade, eles disseram “velha” — disse.

Veja também
:: Em ação contra desigualdade salarial, restaurante cobra 30% a mais de homens
:: Oprah, Meryl Streep e outras famosas defendem direitos das mulheres em carta a líderes globais

:: Futebol feminino e desigualdade de gênero: por que o gramado sintético sempre sobra pra gente?

063_514594756

Vale lembrar que, no ano passado, Maggie Gyllenhaal, à época com 38 anos, compartilhou um caso parecido: foi considerada velha demais para viver um amor na ficção com um ator de 55 anos.

Leia mais
:: 2015: O ano do empoderamento e das hashtags feministas
:: #LikeAGirl: Campanha questiona estereótipo de gênero nos emojis
:: ONU Mulheres e canal GNT lançam no Brasil a campanha #elesporelas, para engajar homens na luta por igualdade de gênero

 

*Fotos: AFP

Leia mais
Comente

Hot no Donna