Pesquisa: 64% dos brasileiros defendem que aborto é uma decisão da mulher

Protesto contra o Estatuto do Nascituro, no parque da Redenção | Foto: Diego Vara, Agência RBS
Protesto contra o Estatuto do Nascituro, no parque da Redenção | Foto: Diego Vara, Agência RBS

A mais recente pesquisa sobre aborto divulgada pelo IBOPE Inteligência constatou um aumento de três pontos percentuais no número de brasileiros que concorda que a decisão de interromper ou não a gestação deve ser da própria mulher. O índice de concordância, que em 2010 era de 61%, alcançou 64% neste ano.

O levantamento foi encomendado pelo grupo Católicas pelo Direito de Decidir (CDD) e entrevistou 2002 pessoas. Os dados foram coletados entre os dias 16 e 20 de fevereiro, em 143 municípios brasileiros. Os brasileiros acima de 50 anos foram os que mais mudaram de opinião, defendendo, em sua maioria, a decisão feminina.

Foto: Fernando Frazão

Mulheres defendem legalização do aborto e protestam contra CPI na escadaria da Assembléia Legislativa | Foto: Fernando Frazão

Nove por cento dos participantes, por outro lado, afirmam que a realização do aborto deve ser decidida pelo parceiro, dado que também teve crescimento de 3%. Entre outras respostas, foram consideradas as posições do Judiciário (6%), da Igreja, da Presidência da República e do Congresso Nacional (cada um com 1%). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Para o CDD, os resultados indicam que a maioria da população considera que a legislação do aborto deveria ser modificada, pois a decisão é de âmbito privado.

Leia mais
:: Lei americana autoriza maridos a impedir abortos através de processo judicial
:: 62% dos brasileiros acha que o número de abortos aumentaria se fosse legalizado, diz pesquisa
:: #PrecisamosFalarSobreAborto: no Dia de Luta pela Descriminalização, ativistas organizam virada online sobre o tema

Leia mais
Comente

Hot no Donna