4 perguntas para a Miss Brasil Marthina Brandt no Donna Week Iguatemi

Foto: Vini Dalla Rosa, especial
Foto: Vini Dalla Rosa, especial

Vencedora do Miss Brasil 2015, a gaúcha Marthina Brandt desfilou para a Colcci na noite de sexta-feira no Donna Week Iguatemi, realização da Revista Donna e do Iguatemi Porto Alegre e apresentação da Renner. Nos bastidores do desfiles, ela aproveitou para conversar com Donna e contou sobre seu trabalho, sua vida depois do concurso, seu estilo e ações do Outubro Rosa.

Como sua vida mudou desde o Miss Brasil?
Há uns cinco anos, eu fazia o Donna Fashion Iguatemi. Então, foi muito legal vir aqui e reencontrar vários colegas de trabalho hoje, tive boas lembranças. De certa forma, eu fico muito feliz comigo mesma, porque eu sempre fui muito dedicada, sempre soube muito bem o que eu queria e fui em busca daquilo. Estar hoje aqui, de uma forma um pouco diferente, pois de certa forma afirmou que o que eu venho fazendo foi positivo para mim. Minha vida mudou bastante em termos de correria, eu venho muito pouco para o Sul agora. Mas sempre que eu venho fico um pouco com a minha família, que é o caso desse fim de semana, que vou conseguir ver todo mundo.

Foto: Vini Dalla Rosa, especial

Foto: Vini Dalla Rosa, especial

Desfilar em passarela e em concurso de beleza: quais as diferenças?
Na moda, a marca impõe um conceito e é preciso vestir o que ela pede e entrar naquele clima. No concurso tem que mostrar quem se é, tanto características como beleza quanto carisma, simpatia, desenvoltura, inteligência. O concurso você consegue ser muito você mesma e imprimir sua identidade.

Como você define seu estilo?
Sou bem básica. Mas adoro um make um pouco diferente. Gosto de usar cabelão modelado, mas com aparência natural. Não pode faltar para mim sempre um bom jeans e uma camiseta, porque dá para combinar tanto com uma sapatilha ou tênis, tipo um dockside, ou um salto alto, trocar a bolsa e está pronta para a festa da noite.

Estamos no mês de conscientização sobre câncer de mama. Você teve câncer no útero O que acha das ações do Outubro Rosa?
É uma causa que me sensibiliza muito. Sempre lutei por ela, desde meus 18 anos fazia trabalho voluntário em Porto Alegre, na Santa Casa. Posso dar um recado para as mulheres? Por pior que seja o problema que você está passando, seja um câncer, seja qualquer outro problema que a gente possa passar na vida, é sempre ter muita persistência e não desacreditar da gente. Quando a gente tem essa força interior, quando acreditamos em nós mesmo, qualquer obstáculo fica mais fácil de ser ultrapassado e vencido.

Leia mais
:: Donna Week Iguatemi: Colcci traz passarela estrelada com Giovanna Lancellotti e Marthina Brandt
:: Donna Week Iguatemi: com “desfile da vida real”, Youcom traz time da marca para a passarela

Leia mais
Comente

Hot no Donna