Atriz de Scandal revela que já foi demitida por não corresponder aos estereótipos da mulher negra americana

(Divulgação)
(Divulgação)

A série Scandal tem feito sucesso por aqui, mas quem assiste à Olivia Pope resolvendo os problemas dos grandes políticos na trama, não imagina como foi o trajeto de Kerry Washington até ser a protagonista do seriado. A atriz revelou em um programa de televisão que foi descartada de dois projetos na televisão por não corresponder ao estereótipo da mulher negra norte-americana. As informações são da revista People.

– Antes de Scandal, eu cheguei a ser escalada para dois outros pilotos. Ambos se tornaram séries, mas eu fui demitida do elenco – contou ao comediante Aziz Ansari no programa Variety’s Actors on Actors.

:: Madonna rebate críticas sobre seu vestido no Met Gala 2016, falando em preconceito e machismo
:: Dakota Johnson questiona preconceito etário em filmes de Hollywood

Na entrevista, a atriz de 39 anos explicou que os produtores queriam que ela fosse mais “urbana”, “mais da irmandade” (“girlfriend”, “hood” e “urban” são os termos originais usados por ela), dando a entender como a forma que as mulheres negras norte-americanas são representadas na televisão e no cinema. Kerry ainda falou sobre o excesso de estereótipos de Hollywood.

scandal

– Eu tenho alguns amigos que me disseram que estavam cansados de fazer “gayface” e eu fiquei tipo ‘o que é gayface?’. E eles me responderam que é uma versão gay de “blackface”, só que mais afeminado – disse a atriz em tom de desaprovação.

Kerry foi eleita uma das cem pessoas mais influentes do mundo pela revista Times, em 2014. A assessora do presidente Barack Obama, Valerie Jarret, definiu a atriz como uma pesssoa que “usou sua graça e magnetismo para transcender idade, raça e gênero”.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna