Bono Vox é incluído na lista de Mulheres do Ano da Glamour

Foto AFP/Mike Theiler
Foto AFP/Mike Theiler

O músico irlandês Bono Vox,  do U2, é o primeiro homem a ser incluído na lista de Mulheres Influentes do ano da Revista Glamour. Todo ano, a publicação reúne um time de mulheres que se destacam em suas áreas e buscam trazer impactos e reflexões sobre questões políticas, culturais e sociais em todo o mundo.

Segundo Cindi Leive, a editora-executiva da Glamour, sempre existiu a possibilidade de incluir um homem na premiação de Mulheres do Ano, mas já havia sido posta de lado porque, bem, homens realmente ganham muitos prêmios e era possível ficar fora desse. No entanto, a publicação mudou de ideia:

– Essa mentalidade começou a ficar defasada. Existem tantos homens fazendo coisas maravilhosas pelas mulheres hoje em dia. A ideia de que um homem como Bono escolhe lutar diariamente por uma causa em prol das mulheres é sensacional e merece nossos aplausos – constata Cindi Leive.

O último programa criado por Bono é o Pobreza é Sexista, campanha criada especificamente para ajudar as mulheres mais pobres do mundo, aquelas que sobrevivem com menos US$2 por dia. Para a Glamour, Bono comenta o seu trabalho:

– Somos todos responsáveis pelo problema, então temos que estar todos envolvidos na busca pela solução.

Além de Bono Vox, a lista traz outras nomeadas, como a cantora Gwen Stefani, a modelo Ashley Graham, a ginasta olímpica Simone Biles e Patrisse Cullors, Alicia Garza e Opal Tometi, que representam o movimento Black Lives Matter. A premiação acontece no dia 14 de novembro.

 

Veja mais
:: Veja fotos da premiação Mulheres do Ano, promovida pela revista Glamour
:: Aprenda a liderar: como o empoderamento ajuda a desenvolver habilidades de negociação em mulheres
:: Empoderamento e feminismo negro: três mulheres compartilham histórias de vida

 

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna