Cartas raras nas quais Audrey Hepburn fala sobre seus relacionamentos serão leiloadas

Audrey Hepburn é um ícone de beleza, estilo e sua imagem influencia até hoje a mulher moderna. Mas para além do cinema, a atriz também teve seus problemas pessoais. Muitos estão registrados nas cartas que escrevia para seu mentor e amigo de longa data Sir Felix Aylmer. Os relatos enviados por Audrey entre 1951 e 1960 serão leiloadas em Londres, no Bonhams Entertainment, no dia 29 de junho. As informações são da BBC.

:: Cláudia Laitano: por que amamos Audrey
:: Se inspire! Como montar o look no estilo Audrey Hepburn

Nas cartas, a atriz fala sobre sua carreira desde os tempos em que era bailarina até se tornar uma estrela de Hollywood. A protagonista do clássico Bonequinha de Luxo ainda conta o fim de um noivado, o seu casamento com Mel Ferrer, os dois abortos sofridos e o nascimento do primeiro filho.

Em um trecho de uma das cartas, Audrey escreve: “Você acredita? Eu estou em Monte Carlo trabalhando em um filme francês. O lugar é maravilhoso e essa é a melhor coisa que já aconteceu comigo”. A atriz se refere ao filme Monte Carlo Baby, de 1953.

(Reprodução)

(Reprodução)

Em outra carta, escrita no ano seguinte, Audrey fala sobre o fim do relacionamento com James Hanson: “É tudo muito infeliz. Eu temo que pensava ser possível fazer as nossas vidas combinadas e carreiras funcionarem juntas”.

Já na última carta enviada ao amigo, Audrey fala sobre os abortos espontâneos que sofreu. No mesmo registro, ela também comemora o nascimento do primeiro filho: “O Sean é um sonho. Eu acho difícil de acreditar que ele realmente é nosso. Eu quero muito apresenta-lo a você. Nós três mandamos nosso amor e beijos, Audrey”.

Leia mais
Comente

Hot no Donna