Cartazes sugerem que Meryl Streep sabia sobre abusos de Harvey Weinstein

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Parece que a polêmica em torno do produtor Harvey Weinstein, acusado de assédio sexual e estupro por mais de 40 mulheres ainda não chegou ao fim. Na terça-feira, 19, Meryl Streep foi alvo de uma intervenção urbana, as ruas de Los Angeles ficaram cheias de cartazes com uma foto da atriz com Weinstein.

Os cartazes espalhados sugerem que Meryl soubesse o tempo todo sobre a conduta do produtor. Uma tarja vermelha com a frase “She knew”, ou “Ela sabia”, em português, cobre os olhos dela que na foto está ao lado do produtor.

09349250.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Rose McGowan, uma das vítimas do produtor, foi quem acabou influenciando a manifestação. A atriz criticou a iniciativa de mulheres artistas que decidiram ir de preto no próximo Globo de Ouro, como forma de protesto. Ela chamou essas profissionais de hipócritas e citou em seu Twitter o nome de Meryl, dizendo que o silêncio dela e das outras artistas era o grande problema nessa história.

Em resposta, Streep enviou um comunicado ao Huffington post sobre o caso. “Eu não conhecia os crimes de Weinstein, nem nos anos 1990, quando ele a atacou, ou nas décadas seguintes, quando atacou outras. Não aprovo tacitamente a violação. Eu não sabia. Eu não gosto que mulheres sejam assediadas. Eu não sabia que isso estava acontecendo. Eu não sei onde vive Harvey, nem ele esteve em minha casa. Na minha vida, nunca fui convidada para ir para um quarto de hotel com ele”, afirmou.

Leia mais:
:: Amy Schumer posta mensagem de apoio a mulheres que lutam contra abuso e opressão
:: Em autobiografia inédita, modelo Ashley Graham conta episódio de abuso aos 10 anos

Leia mais
Comente

Hot no Donna