Conheça as 5 vencedoras do 1º Prêmio Donna – Mulheres que Inspiram

(Adriana Franciosi/Agência RBS)
(Adriana Franciosi/Agência RBS)

Entre as missões do jornalismo talvez a mais elementar seja contar boas histórias, histórias que nos façam pensar, que nos provoquem a rever posições, que nos emocionem, que nos inspirem. No caso de uma revista feminina como Donna, nossa missão é, especialmente, compartilhar histórias de mulheres, que por seu trabalho, por sua trajetória de vida ou pelas causas que defendem, sejam exemplo para outras mulheres e para os homens. É desta vocação e deste desejo que nasceu o Prêmio Donna Mulheres que Inspiram.

Convocamos jornalistas, colaboradores e colunistas do Grupo RBS para que indicassem mulheres que fazem diferença e que são inspiradoras. O resultado foi uma lista com 20 nomes que vão do esporte à moda, da ciência à cultura. Nesta noite de segunda-feira (21), em evento realizado no PPKB Kitchen, foram anunciadas as cinco vencedoras:

Ana Luiza Azevedo

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

Diretora e roteirista, sócia da Casa de Cinema de Porto Alegre e laureada no ano passado com o Emmy Internacional de Comédia, pela série de TV “Doce de Mãe”, que assina com Jorge Furtado.

— É maravilhoso receber esse prêmio sobre mulheres que inspiram. Porque tudo o que a gente quer quando trabalho é inspirar Tudo o que a gente quer quando trabalho é inspirar — disse em seu discurso.

:: Leia mais sobre Ana

Clara Averbuck

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

Dona de uma voz original, a autora de títulos como o recém-lançado “Toureando o Diabo” é uma das criadoras do portal “Lugar de Mulher”, que aborda temas ligados ao empoderamento feminino.

— Lugar de mulher é onde ela quiser. Não uma mulher em 30 homens. Somos muitas mulheres e espero que cada vez mais mulheres tenham espaço — disse ao receber o prêmio.

Veja tudo que rolou na cerimônia:

:: Leia mais sobre Clara

Maria Berenice Dias

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

Depois de uma trajetória como desembargadora, marcada pela postura progressista, hoje atua como advogada e é referência nacional em defesa dos direitos LGBT.

— Eu falo por muitas vozes. Eu falo por pessoas que nunca tiveram voz, que nunca tiveram espaço e esse reconhecimento não é só pra mim.

:: Leia mais sobre Maria Berenice

Maria do Carmo dos Santos Gonçalves

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

Integrante da Congregação das Irmãs Scalabrinianas, ela atua no Centro de Atendimento ao Migrante de Caxias do Sul para acolher e inserir na sociedade aqueles que chegam à Serra vindos de países como Haiti, Gana e Senegal.

— Não precisa ser uma supermulher. Basta identificar em nós o que temos de melhor — disse.

:: Leia mais sobre Maria do Carmo

Mônica Santos

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

(Adriana Franciosi/Agência RBS)

A doença que a fez perder os movimentos das pernas foi o ponto de partida para que ela se reinventasse: descobriu a esgrima em cadeiras de rodas em 2010, fez do esporte sua profissão e agora busca uma vaga na Paraolímpiada.

— Cada mulher em sua casa ou trabalho inspira. Mulher tem força e com jeitinho consegue tudo.

:: Leia mais sobre Monica

As cinco premiadas contam suas histórias na edição de 2 de abril da revista Donna.

AGRADECIMENTOS
PPKB Kitchen & Bar pelo local do evento
Charlie Brownie, que ofereceu um mimo para as 20 selecionadas
Arquitetura das Flores, com flores para as 5 vencedoras
DJ Lê Araújo, da Moving DJs, que embalou a noite
Power Sound (sonorização e iluminação)

:: Veja outras fotos e vídeos do Prêmio no Instagram

Veja tudo que aconteceu e a gente registrou no nosso Snapchat (revistadonna):

Leia mais
Comente

Hot no Donna