Deise Nunes celebra nova Miss Brasil negra: “Já estava mais do que na hora”

Primeira mulher negra a vencer o concurso Miss Brasil, em 1986, a gaúcha Deise Nunes celebrou na noite deste sábado (1 de outubro) a vitória da paranaense Raissa Santana, 21 anos. No evento, a jovem declarou que desejava quebrar o jejum de 30 anos sem coroa para uma candidata negra.

– Ainda bem que quebrou, né? Estava mais do que na hora – comentou Deise em entrevista a Donna logo após o encerramento do concurso, por telefone.

Deise em 1986

Deise em 1986

Deise já havia conversado com Donna no início da semana sobre suas expectativas para o Miss Brasil 2016 Be Emotion, que teve um número recorde de candidatas negras: seis.

– Temos como inusitado ter seis muheres negras no concurso, mas deveria ser uma coisa normal e não algo que desse uma
grande manchete. Este ano falamos tanto desta questão, especialmente. Assim como o Brasil tem todas as raças, o fato de uma negra, uma loira ou uma japonesa concorrerem ou ganharem deveria ser normal.

missparanacandidata_1474899139_111074

Raissa Santana, Miss Paraná e Miss Brasil 2016

A gaúcha destacou a postura de sua sucessora e elogiou o desempenho de Raissa no Miss Brasil.

– Acho que estava na cara que ela ia ganhar, pelo menos para mim e para a maioria do país. Desde que ela foi eleita Miss Paraná ela se destacou. Este título era dela, foi ganhando todas as outras etapas, melhor look, melhor maquiagem… Ela é uma miss completa, estava bem preparada. Foi a mais articulada também, é muito charmosa e elegante.

No seu perfil do Instagram, Raissa comemorou o título com a frase: “EU SOU MISS BRASIL”.

@ivandroalmeida @pauloquinalia EU SOU MISS BRASIL ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️??

Uma foto publicada por Raissa Santana (@santana_raissa) em

Leia também
:: Miss Brasil 2016: representante do Paraná é a segunda negra a vencer o concurso
:: Miss Brasil 2015, gaúcha Marthina Brandt conta como lutou contra o câncer em segredo

Leia mais
Comente

Hot no Donna