Entrevista! Camila Queiroz fala da trajetória de modelo a atriz e como aprendeu a lidar com a fama

Foto: Klebber Toledo, divulgação
Foto: Klebber Toledo, divulgação

Era uma vez uma garota de uma cidade do interior, que dividia a casa simples com suas duas irmãs, o pai, marceneiro, e a mãe, manicure. Um dia, a menina bonita decide entrar em um concurso de modelos e… Aos 24 anos, a garota que acabou se tornando top enquanto sonhava ser atriz encarna a segunda protagonista de sua carreira, agora na novela das sete, Pega Pega. E tudo isso em pouco mais de dois anos. Não à toa, Camila Queiroz conta, em entrevista à Donna, que só agora aprendeu a lidar com a fama repentina que alcançou já com seu primeiro trabalho, Verdades Secretas (2015):

– A fama é poderosa e perigosa. Traz benefícios, mas precisamos ter muito cuidado para não se deixar deslumbrar por isso. Não é tudo. Eu estou ali principalmente para ser atriz. Não quero ter que me preocupar em ser uma pessoa famosa. Quero me preocupar em ser uma boa atriz e fazer o meu trabalho direito, porque é isso que paga meu salário no fim do mês.

Camila surgiu na tela na pele de uma personagem que parecia ter muito dela mesma, a (aparentemente) ingênua Angel. Primeiro, o impacto: de onde veio essa garota com sotaque carregado que ninguém conhecia e agora divide cenas com atores de peso como Marieta Severo, Drica Moraes e Rodrigo Lombardi? Como já havia provado para o autor da trama, Walcyr Carrasco, a Angel de Camila não demorou a conquistar o país. Desde Avenida Brasil, uma novela não provocada tanta comoção – e discussão. Não havia noveleiro que não quisesse saber o desfecho daquela aspirante a modelo que virou alguém que tinha um caso com o marido da mãe. Não deu outra: naquele ano, a estreante levou para casa os troféus de Atriz Revelação do Prêmio Quem de Televisão, Troféu Imprensa e Prêmio Extra de Televisão, além do Melhores do Ano do Faustão. A coroação veio com o Emmy Internacional para Verdades Secretas.

Mas não foi o suficiente para que Camila Queiroz tivesse o passaporte carimbado para qualquer um dos sets de gravação do Projac. Enquanto ainda interpretava Angel, surgiu a oportunidade de viver a doce caipira Mafalda, na novela que estrearia meses depois, Êta Mundo Bom! (2016). Walcyr Carrasco, que também assinava o novo folhetim, contou em entrevista ao jornal Estadão que jamais acreditaria que a jovem atriz pudesse sair de uma trama tão pesada para encarar uma novela das seis, carregada de humor. Até ver o teste de Camila para o papel, feito por insistência do diretor Jorge Fernando. Pela segunda vez, ela conquistou a confiança de Carrasco, que não poupa elogios à pupila:

– Camila é um talento nato que já se percebia nas primeiras cenas de Verdades Secretas e arrasou em Êta Mundo Bom!. É uma estrela, veio para ficar – afirma o autor em entrevista à Revista Donna.

Antes do sucesso como atriz, Camila percorreu o mundo como modelo. De Ribeirão Preto, cidade no interior paulista onde cresceu, foi morar na capital aos 14 anos. Com 16, mudou-se para o Japão. Passou temporadas em Paris, Milão e na Alemanha, onde fez trabalhos para a grife italiana Versace. Aos 18, desembarcava em Nova York, onde ficaria por três anos até ser finalmente chamada para um teste bem-sucedido como atriz no Brasil. Com material no banco de talentos da Globo desde os 16, Camila já havia tentado a chance outras vezes na emissora. Até o dia em que finalmente realizou o sonho que alimentava desde a infância, quando reunia as crianças da rua para brincar de teatro.

Foto: Klebber Toledo, divulgação

Foto: Klebber Toledo, divulgação

No ar com mais uma protagonista, a Luiza de Pega Pega, Camila busca melhorar a cada papel. Ela se virou para deixar de lado o sotaque carregado do interior – que, aliás, conquistou o coração do noivo, o ator Klebber Toledo, com quem viveu um par romântico em Êta Mundo Bom! e engatou um namoro no fim das gravações. Depois das aulas de carioquês, agora interpreta a mocinha rica que perde tudo e vive um relacionamento com um empresário, personagem ator Mateus Solano. E só comemora o sucesso da trama:

– Está ótima! Estamos com uma audiência muito boa, inesperada – conta, durante entrevista no backstage de um evento de beleza da Pantene, marca da qual foi nomeada embaixadora ao lado de nomes como Gisele Bündchen, Marina Ruy Barbosa e Sheron Menezzes. – O carioca já se tornou algo que faz parte da minha vida. Às vezes, vem, às vezes vai embora, às vezes sai mais paulista, às vezes mais carioca. Estou superfeliz.

Com a experiência como modelo e o sucesso como atriz, Camila hoje empresta a imagem para algumas grifes de moda e beleza. Curiosamente, só agora começou a curtir a moda de verdade:

– Antes, via a moda mais como trabalho. Hoje, me dei a chance de ver a moda com outros olhos, e de ser até um pouco mais consumista. Mas não sou muito não, sou dentro do limite.

Embora diga que não se veja como uma fashionista, Camila tem inspirado muita gente com seus looks nas redes sociais: do visual despojado do dia a dia a aparições em eventos de moda de marcas como John John e looks com peças it como uma bolsa da grife italiana Salvatore Ferragamo.

– Peças confortáveis e bonitas são o meu xodó. Gosto de ter peças coringas no meu guarda-roupa, que eu possa fazer mais de uma combinação, sabe? Gosto muito de calça e blusinha – diz Camila. – Não tenho grifes preferidas, mas algumas de que gosto bastante. Mas, acima de tudo, eu acho interessante valorizar as marcas do nosso país e incentivá-las a crescer.

Na entrevista a seguir, que começou na festa de lançamento da Casa Pantene, em São Paulo, e depois seguiu por e-mail, surge essa Camila consciente e pé no chão. Ela falou do sucesso instantâneo, da paixão que só cresce pela moda e dos planos de casamento com Klebber. Spoiler: ela ainda não decidiu como será a cerimônia ou o vestido:

– Essa é a pergunta que mais me fazem (risos). Ainda não pensei. Estou trabalhando muito, Klebber também. Queremos pensar nesses detalhes com calma. Ainda não definimos nada. Mas será uma celebração de amor.

Na TV

A segunda protagonista

“Em Pega Pega, somos pelo menos seis protagonistas. Esse peso da palavra protagonismo, que vem mais do externo do que do interno, é muito bem dividido. Cada um tem seu momento na novela, e isto é incrível. Agora, estamos gravando sequências de Sandra Helena (Nanda Costa) ficando rica, de Julio (Thiago Martins) como bandido. É tudo muito bem distribuído, muito equilibrado. Não pesa para ninguém. E a gente também não se deixa pesar com o título de protagonista. Cada um conta a sua história, do jeito que tem que ser, com o melhor que pode fazer. A novela está indo muito bem, estamos muito felizes. É um time muito unido.”

Em Pega Pega, com Mateus Solano | Foto: Rafael Campos, TV Globo, divulgação

Em Pega Pega, com Mateus Solano | Foto: Rafael Campos, TV Globo, divulgação

Fama, fãs e imprensa

“A fama é poderosa e perigosa. Depende de como você vai usar, se você vai usar a seu favor, ou não. Com os fãs, é uma relação de muito carinho. Eles são muito fofos comigo, fazem festa surpresa de aniversário, me acompanham desde Verdades Secretas. Tento sempre responder a eles, estar perto. Óbvio que, às vezes, a gente acaba trabalhando muito e dando uma afastada, mas tento sempre estar em contato. Com a imprensa, estou aprendendo a lidar. No começo, eu era tão sincerona. Dizia tudo o que o meu coração mandava. Até hoje, mas aprendi a ponderar um pouco mais. Me dei mal em várias situações, de a imprensa usar o que eu falei errado ou colocar aquilo com grande sensacionalismo. E machuca, machuca a família e quem está com a gente. A gente está aqui de coração aberto para falar com a imprensa. Então, eles têm que pensar que, quando forem escrever qualquer coisa a nosso respeito, a gente tem família, tem pessoas em que dói aquilo que vão escrever. Precisam ver que estávamos ali disponíveis, então por que eles não podem ser legais com a gente? Eu aprendi quebrando a cara com algumas entrevistas que dei. Mas hoje estou conseguindo melhorar isso e falar sem correr nenhum tipo de risco.”

Com Rodrigo Lombardi em Verdades Secretas | Foto: Estevam Avellar, TV Globo, divulgação

Com Rodrigo Lombardi em Verdades Secretas | Foto: Estevam Avellar, TV Globo, divulgação

Para o futuro

“Eu tenho planos de televisão, mas nada confirmado ainda. Eles (os autores e diretores) vão nos reservando, e a gente vai descobrindo pela internet que está reservado. Mas nada foi confirmado ainda.”

Casamento à vista

Momento noiva

“Não estamos morando juntos. Mas a gente pensa muito em casamento. Pensa em como vai ser, o que a gente quer, o que a gente espera. Mas, como ano que vem temos projetos de trabalho, estamos tentando encontrar um lugar na agenda dos dois para casar. Ano que vem, daqui um ano está bom. (…) Quero tudo o que tenho direito. Acho que vai ser um casamento mais romântico.”

Casar jovem

“Vou estar com 25 anos, para mim é uma idade boa. Sempre quis ser mãe jovem, sempre quis casar jovem. Minha mãe casou com 19 anos, me teve com 26. Então, por que não? Sempre fui muito família. Gosto de cuidar do marido, dos filhos, da casa, e trabalhar ao mesmo tempo. É o sonho da minha vida.”

Apaixonada, ao lado do agora noivo, Klebber Toledo | Foto: Instagram, reprodução

Apaixonada, ao lado do agora noivo, Klebber Toledo | Foto: Instagram, reprodução

Comercial a dois

“Foi algo com que sempre tomamos muito cuidado. Não queríamos que as pessoas misturassem as coisas. Somos duas pessoas que têm a mesma profissão, porém somos indivíduos e somos um casal. Sempre quisemos deixar esta questão bem esclarecida. E óbvio que sempre recebemos muitos convites, mas sempre falamos em fazer uma campanha juntos com cuidado (eles fizeram juntos o comercial de Havaianas). Era importante que fosse na hora certa. Uma campanha legal, que tivesse a nossa cara, que realmente estivéssemos muito a fim de fazer. Somos pessoas públicas e somos um casal, são coisas separadas.”

De par romântico na ficção, o casal da vida real deve trocar alianças no ano que vem | Foto: Instagram, reprodução

De par romântico na ficção, o casal da vida real deve trocar alianças no ano que vem | Foto: Instagram, reprodução

Rotina de beleza

Beauté

“Tento sempre manter a pele limpa, sem nada. O máximo que puder estar sem maquiagem e sem nada no cabelo, melhor. É óbvio que a gente adora estar linda e maquiada sempre, mas dar esse descanso para a pele é muito necessário. Passar água, um bom hidratante, é o que eu faço todos os dias. Lavo com sabonete, passo uma água termal e depois o hidratante.”

Na bolsa

“Sempre tenho um hidratante labial. E um hidratante de cabelo, porque cada hora estamos em um lugar, e, às vezes, tem que usar um xampu do hotel.”

Foto: Instagram, reprodução

Foto: Instagram, reprodução

Fã de muay thai

“Com a rotina de gravações da novela muito acelerada, tento pelo menos três vezes por semana malhar, fazer alguma coisa, mexer o corpo. Estar fazendo algum tipo de exercício. Comecei a lutar muay thai também, com o Lincoln Cavalcante, que estava na plateia (do evento de abertura da Casa Pantene) faz um tempo. Estou gostando muito! É uma atividade nova. Sempre joguei vôlei, então o muay thai é uma coisa nova para mim, estou amando. Nunca malhei, nunca tive uma relação muito próxima com a academia. Agora, é que estou começando a cuidar um pouco mais disso.”

Foto: Raquel Cunha, TV Globo, divulgação

Foto: Raquel Cunha, TV Globo, divulgação

Moda

Vida de top

“Tinha 14 anos quando comecei como modelo. Pude passar por grandes experiências que, eu sei, muitas meninas da minha idade e da minha origem não teriam condições. Dou muito valor. Sei o quanto amadureci, o quanto abriu os meus olhos para o mundo. Fui morar no Exterior sem saber falar outro idioma. Sempre estive perto da minha família, mas sabia que aquele caminho que estava seguindo era para, um dia, dar uma vida melhor a eles.”

De modelo a atriz

“Desfilar, fotografar, isso tudo hoje é um complemento da minha carreira. Sou atriz. Gravo muito. E não é só gravar, tem que decorar o texto, estudar, tudo isso exige bastante do meu tempo. Esses outros trabalhos vão se encaixando na minha agenda, me faz lembrar esse tempo como modelo.”

Revival: Camila desfila para a Twenty Four Seven | Foto: Instagram, reprodução

Revival: Camila desfila para a Twenty Four Seven | Foto: Instagram, reprodução

Consumidora com limites

“Por incrível que pareça, hoje minha relação com a moda é muito mais próxima do que quando eu era modelo. Antes, era mais uma prestadora de serviços. Estava ali para mostrar a moda para que os consumidores pudessem comprar… E agora sou mais consumidora. Hoje, me dei a chance de ver a moda com outros olhos, e de ser até um pouco mais consumista. Mas dentro do limite.”

Gisele Bündchen

“Foi um grande presente ter tido a oportunidade de trabalhar com Gisele algumas vezes quando eu era modelo. Fiz desfiles (em que ela participou), e o meu primeiro comercial da Pantene foi dividindo o estúdio com ela. É uma mulher forte, que sabe o usar a força que tem em prol do bem, em ajudar o próximo, o nosso planeta. Ela não usa a força para ostentar nada. Ela é uma mulher cool, elegante e poderosa. Fica incrível com uma calça preta e uma blusinha básica.”

Ao lado da übermodel Gisele Bündchen. Repare nos pés: as sandálias iguais viraram motivo para clique em dupla | Foto: Instagram, reprodução

Ao lado da übermodel Gisele Bündchen. Repare nos pés: as sandálias iguais viraram motivo para clique em dupla | Foto: Instagram, reprodução

O estilo Camila

“Sou muito básica para me vestir. Adoro uma boa calça jeans, uma blusa básica e um tênis no pé. No dia a dia, estamos sempre muito produzidas, então prefiro estar muito básica. Não me preocupo em ter o item da moda. Vou tentando me encaixar dentro do que está sendo lançado e o que eu acho legal. Tenho estudado muito sobre a história da moda – é muito mais do que a gente vê. É muito mais do que algo fútil como as pessoas acabam pensando. É arte também.”

Ombros marcados, brilho e pegada navy no look para um evento da John John | Foto: Instagram, reprodução

Ombros marcados, brilho e pegada navy no look para um evento da John John | Foto: Instagram, reprodução

Os looks

“Geralmente, escolho minhas roupas, inclusive para comprar. Mas, em grandes eventos, sempre peço a ajuda de alguém. A gente não tem tempo, com a correria do dia a dia, de ir à loja, procurar uma roupa legal. Mas a palavra final é minha.”

Look do dia grifado: o clássico preto & branco, com blazer e calça sequinha, ganha charme com a bolsa Salvatore Ferragamo

Look do dia grifado: o clássico preto & branco, com blazer e calça sequinha, ganha charme com a bolsa Salvatore Ferragamo

*A repórter viajou a São Paulo a convite da Pantene

Leia mais
:: Aos 48 anos, a atriz, mãe e musa Dira Paes é a mais jovem homenageada com o Troféu Oscarito
:: 360° com Cíntia Dicker: as manias, descobertas e inspirações da atriz e modelo
:: “É filha da Carolina Dieckmann?” Atriz Isabella Santoni responde às principais perguntas feitas sobre ela no Google

Leia mais
Comente

Hot no Donna