Entrevista! Em passagem por Porto Alegre, Klébber Toledo fala sobre sua vida agitada e saudável

Sabe aquela máxima que diz que “quando você quer fazer algo, encontra tempo”? Parece ser este o lema de Klébber Toledo quando o assunto é saúde e boa forma. Basta entrar nos principais portais de celebridades para deparar com fotos do bonitão de 28 anos correndo na orla de Ipanema ou surfando numa manhã de domingo. E a rotina de exercícios passa longe de ser burocrática para o ator, que vive o personagem Leonardo em Império, trama das nove de Aguinaldo Silva. Nem mesmo as pesadas horas de gravação o impedem de dar aquela esticada nos músculos.

— Não sou um cara acomodado. A hora que eu tenho é a hora que eu faço. Às vezes, meu empresário me liga quando saio do estúdio e estou pedalando na orla a meia-noite. Se eu não praticar uma atividade física durante o dia, parece que fico ainda mais cansado — diz.

Em entrevista à reportagem de Donna durante passagem por Porto Alegre no último domingo, quando veio para participar do evento Dia Leve com Molico, na Praça da Encol, Klébber contou que passa longe da mesmice quando o assunto é cuidar do corpo – que, não custa lembrar, vai muito bem, obrigada! Mas se engana quem pensa que os braços definidos são conquistados em horas a fio na academia _ à qual ele recorre somente para fortalecimento.

— Gosto de fazer de tudo. Luto boxe e kickboxing, amo surfar, faço escalada às vezes. Também pedalo e ando de skate. Claro que não faço tudo toda a semana, mas encaixo a atividade que dá no meu horário.

Ele também não abandonou o vôlei, esporte que praticou profissionalmente na Federação Paulista durante dois anos e meio. Da época, herdou a paixão por manter-se em movimento. No dia a dia, a rotina saudável segue sem neuras. Fã de comida japonesa e saladinhas, Klébber também tem seus “dias de jaca”. Ainda mais se está na capital gaúcha.

— Cheguei aqui já falando de xis. Uma vez pedi um xis de picanha com coração que meu Deus do céu! Veio um sanduíche que eu podia me esconder atrás — brinca.

Mas não é só da nossa culinária que o moço tem saudade.

— Até brinquei com meu empresário: “vamos ver um por do sol no Guaíba?”. Não assisto desde 2006, quando vim para o Porto Alegre em Cena com o pessoal da Oficina de Atores da Globo. Cheguei no meio da Semana Farroupilha, então provei de tudo no churrasco. Gosto até de chimarrão, só não tão quente, né? Amo o Sul. Os melhores amigos que fiz longe do Rio e de São Paulo são do Rio Grande. Torço até para o Grêmio, sabia? Meu coração tem um pedação aqui.

Klebber Div.

 

Mendigato

Na pele do sensível e sonhador Léo, Klébber Toledo tem arrancado suspiros da audiência – o que só aumentou quando o personagem virou morador de rua. Depois de terminar o relacionamento com Cláudio, vivido por Zé Mayer, o personagem perdeu o emprego, o apartamento em que morava e acabou entrando em depressão. Tanto infortúnio justifica o apelido.

— Me divirto quando me chamam de Mendigato! Tem gente que diz “te levo pra casa e te dou um banho, comida e roupa lavada”. Mas o especial é o reconhecimento do trabalho. A história dele é tocante, é verdadeira. O Léo fala de amor e de temas fortes e atuais, como o relacionamento com uma pessoa do mesmo sexo e mais velha. As pessoas falam que não têm preconceito, mas ele existe. É um estímulo a parar com essa hipocrisia e deixar que as pessoas sejam felizes — defende.

141121inaciomoraes-13_edit

Depois de Império, Klébber segue com a agenda cheia. O ator já está reservado para uma nova produção da Globo, ainda sem data definida. Para o primeiro semestre de 2015, ainda está prevista uma peça de teatro, em que ele deve estar como “produtor e diretor ou produtor e ator, ainda não defini”. Descansar para quê, não é Klébber?

— Detesto férias (risos)! Descanso quando dá, mas nada de ficar parado.

 

Fotos: Thamires Tancredi; Márcio Amaral, Divulgação e Inácio Moraes, TV Globo

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna