Madonna rebate críticas sobre seu vestido no Met Gala 2016, falando em preconceito e machismo

AFP
AFP

O look de Madonna no Baile do Met da última segunda chamou a atenção de muita gente, e não de um jeito bom. O vestido Givenchy cheio de recortes deixava seios e a bunda à mostra ganhou várias críticas de espectadores e estilistas, que não consideraram a roupa adequada para a idade da cantora.

:: Met Gala 2016: os melhores looks do tapete vermelho
:: Entrevista! Queridinho das popstars, estilista Jeremy Scott fala sobre relação com Madonna, Katy Perry e Anitta
:: “Se você tem certa idade, não é autorizada a expressar a sexualidade ou namorar homens mais jovens”, diz Madonna à revista Out

Madonna, que tem 57 anos e é conhecida pela sua ousadia, não deixou a situação passar. A cantora fez  uma postagem no Instagram, repreendendo o machismo envolvido nos comentários e chamando os fãs para continuar a luta por igualdade de gêneros.

– Nós lutamos e continuamos lutando por direitos civis e direitos dos homossexuais em todo mundo. Quando se fala de direitos das mulheres, nós ainda estamos na idade das trevas – Madonna escreveu. – Meu vestido no Baile do Met foi um posicionamento político.

Ela ainda criticou aqueles que acham que as mulheres não pode expressar a sexualidade depois de uma determinada idade.

– Eu nunca pensei de forma limitada e não é agora que vou começar – a cantora ainda disse que não tem medo de abrir caminho para todas as garotas que vêm depois dela, pois é assim que se muda a história. – Se você tem um problema com a forma que eu me visto, isso está simplesmente refletindo o seu preconceito.

Veja o post abaixo:

We have fought and continue to fight for civil rights and gay rights around the world. When it comes to Women’s rights we are still in the dark ages. My dress at the Met Ball was a political statement as well as a fashion statement. The fact that people actually believe a woman is not allowed to express her sexuality and be adventurous past a certain age is proof that we still live in an age-ist and sexist society. I have never thought in a limited way and I’m not going to start. We cannot effect change unless we are willing to take risks By being fearless and By taking the road leas traveled by. Thats how we change history. If you have a problem with the way I dress it is simply a reflection of your prejudice. I’m not afraid to pave the way for all the girls behind me‼️ As Nina Simone once said, the definition of freedom is being fearless. I remain Unapologetic and a Rebel ❤️ in this life and all the others. Join my fight for Gender. Equality! ??

Uma foto publicada por Madonna (@madonna) em

Além de Madonna, mais duas artistas usaram o Instagram para comentar críticas que receberam sobre os seus looks no evento: Sarah Jessica Parker e Lupita Nyongo’o.

A eterna Carrie Bradshaw respondeu à uma blogueira no Instagram que disse que a atriz não havia recebido o convite com as informações sobre o tema do evento. Ela escreveu que está sempre aberta à críticas, mas também faz muitas pesquisas sobre o tema:

– Talvez você não tenha ideia da tecnologia usada dos detalhes desse design. Ou talvez você simplesmente não gostou do que usei, o que não tem problema, mas você não pode me acusar de não prestar atenção suficiente no tema.

bb702f91cde8922b6574454c43f1cb82

AFP

Já Lupita economizou palavras, apenas postando um vídeo para esclarecer a inspiração do seu penteado super alto, que foi comparado a alguns looks de Audrey Hepburn. O vídeo mostra diversas mulheres negras com cabelos arrumados de maneira parecida com o escolhido pela atriz.

AFP

AFP

Leia mais
Comente

Hot no Donna