Missão Universo! Como a gaúcha Marthina Brandt se tornou uma das favoritas ao Miss Universo

 Caue Fonseca, especial*

Um ambiente altamente competitivo, em que os sorrisos e abraços disfarçam algumas puxadas de tapete. Por vezes mais parecido com um reality show do que com um concurso de beleza. Assim é descrito o Miss Universo, em que a gaúcha Marthina Brandt enfrentará, neste domingo, outras 79 competidoras para trazer a coroa para o Brasil pela terceira vez as duas primeiras foram em 1963 e 1968.

A Miss Brasil Marthina Brandt busca a terceira coroa de Miss Universo para o país

A Miss Brasil Marthina Brandt busca a terceira coroa de Miss Universo para o país

A semelhança com um Big Brother começa pelo tempo de confinamento. Diferentemente dos torneios nacionais, as misses precisam passar cerca de 20 dias convivendo umas com as outras, seja nos quartos do hotel em Las Vegas, seja em eventos em que elas são constantemente avaliadas pelo júri sem feedbacks do desempenho. Entre dezenas de mulheres das mais diversas culturas e temperamentos, nem sempre a competição é em clima de paz mundial.

Quais são as favoritas ao Miss Universo?

:: Conheça as concorrentes mais fortes da gaúcha Marthina Brandt

— No meu ano, teve menina que grudou chiclete no vestido da outra. No cabelo também. Uma delas chegou a ter de cortar uma mecha. Fora a coisa dos sapatos. Você fica descalça para descansar e, quando olha de novo, sumiu um dos pés. Mesmo que não comprometa, essas pequenas situações vão abalando o psicológico e deixam as candidatas mais nervosas na hora das provas — conta a médica Rafaela Zanella, 29 anos, concorrente ao Miss Universo em 2006.

 Em traje de banho: "curvas de cair o queixo", conforme o site Missosology.org

Em traje de banho: “curvas de cair o queixo”, conforme o site Missosology.org

 

:: Marthina Brandt fala sobre a vitória no Miss Brasil e preparação para o Miss Universo
:: Especialistas explicam por que o Rio Grande do Sul é recordista no Miss Brasil

Rafaela conseguiu um ótimo 12º lugar. Ela imagina, no entanto, que ter concorrido com apenas 19 anos, quando tinha “menos malandragem”, pode ter feito a diferença entre o top 15 e a almejada final entre as cinco melhores. Aí começam algumas das vantagens da gaúcha de Vale Real.

— A Marthina está com 23 anos e é modelo desde os 13. Além de isso dar experiência e postura, faz com que ela já esteja acostumada a conviver com gente de diferentes culturas. Meninas menos acostumadas a esses ambientes podem cair na tentação de formar uma panelinha. Aí, não interagem o suficiente com outras candidatas, não se destacam nos eventos. A Marthina sai na frente nesse ponto — relata o organizador do Miss Rio Grande do Sul e preparador da miss, Carlos Totti.

:: Quem é a atual miss Universo 2014? Paulina Vega, da Colômbia, é escolhida a Miss Universo 2015

Desde que desembarcou em Las Vegas, Marthina vem crescendo nas bolsas de apostas. Hoje, é tida como opção segura entre as finalistas e uma das favoritas à coroa. Tanto o histórico recente do evento quanto as últimas mudanças na organização a favoreceram. Em junho, o Miss Universo foi ameaçado de boicote por conta dos comentários infelizes do então dono da marca — o bilionário e pré-candidato à presidência dos Estados Unidos Donald Trump – sobre imigração. O México chegou a cancelar sua participação no concurso. Meses depois, Trump vendeu a marca para a WME/IMG, empresa de promoção de eventos e agência de talentos, e os ânimos se acalmaram.

Marthina envia um selfie dos bastidores do evento

Marthina envia um selfie dos bastidores do evento

A aposta dos especialistas é que a mudança na administração da marca possa influenciar o perfil da candidata vencedora. A escolha consideraria menos aspectos étnicos e diplomáticos, aproximando-se mais de um concurso internacional de modelos. A mudança hipotética favoreceria a brasileira. O site Missosology, por exemplo, se derrama em elogios à gaúcha:

“A Miss Brasil sacudiu Las Vegas com a sua beleza esplendorosa. Ela deixou queixos caídos ao posar de biquíni, expondo suas curvas perfeitas complementadas por seu rosto angelical e seus cabelos loiros dourados caindo sobre os ombros. Ela é simplesmente divina. Não há dúvidas de que já passou da hora de o Brasil levar sua terceira coroa de Miss Universo. E de uma Miss Universo loira, passou ainda mais (a última foi em 2008). Com os novos donos, não será surpresa se Marthina Brandt for coroada. Ela é uma supermodelo no visual, no corpo e no rebolado. É Miss Universo desde o primeiro dia”, analisa o site.

A gaúcha de Vale Real no ensaio de "Glamour shots"

A gaúcha de Vale Real no ensaio de “Glamour shots”

A essa altura, o destino de Marthina já está parcialmente traçado. Na quarta-feira, foi realizado o Presentation Show (veja vídeo abaixo). É quando uma versão idêntica ao espetáculo deste domingo – com desfiles, trajes e tudo mais – é apresentada exclusivamente aos jurados. Com base nesse desfile, são definidas secretamente as 15 finalistas. Apenas uma tragédia no show ao vivo muda a lista. No caminho da brasileira, Totti aponta as misses Austrália, Estados Unidos, Filipinas, França e Vietnã como as concorrentes “mais consistentes”. Ou seja, as que se mantiveram entre as melhores em todos os quesitos.

Martina no show preliminar de quarta-feira à noite:

Na véspera do show, Marthina trocou mensagens e conselhos com a também gaúcha Gabriela Markus, 27 anos. Hoje empresária, Gabriela esteve pertinho do título. Chegou à final e foi a quinta colocada no Miss Universo de 2012:

— É assim mesmo. Antes de conseguir a coroa, o país passa perto algumas vezes. A Marthina está muito bem preparada e, se vencer, será uma excelente escolha.

Vale Real já espera a sua rainha.

Como assistir?

A transmissão do Miss Universo pelo canal a cabo TNT começa a partir das 22h. A Band transmite a partir das 0h15min. O site Donna acompanha o evento ao vivo por aqui: siga-nos!

Leia mais
Comente

Hot no Donna