#PapaiMandaBem! Ator Márcio Garcia lança movimento para incentivar a participação dos pais na criação e nos cuidados com os filhos

Cuidados como dar banho, trocar fralda e colocar para dormir são algumas das muitas atribuições dadas, em geral, às mães. Os pais, aos poucos, estão se envolvendo e aumentando a participação nas tarefas diárias, mas as mulheres ainda são as que mais dedicam tempo às crianças. Segundo pesquisa da Universidade do Estado de Ohio, dos EUA, as atribuições básicas de cuidados com bebês de, aproximadamente, nove meses consomem duas horas por dia de dedicação das mães contra 40 minutos dos pais. Pensando nisto, uma marca especializada em cuidados infantis lançou com a presença do ator Márcio Garcia, pai de quatro crianças,a campanha Papai Manda bem, com o objetivo de incentivar a participação dos pais na criação e nos cuidados com os filhos.

– Os homens estão assumindo novos papéis nas relações familiares, principalmente na criação dos filhos. E o nosso movimento Papai Manda Bem visa incluí-los cada vez mais na rotina de cuidados com as crianças – afirma Mariana Hagel, gerente da marca no Brasil.

:: Supertias: a nova geração de mulheres que assume papel de protagonista na vida dos sobrinhos
:: Saiba quais são os direitos da gestante e do bebê assegurados pelo plano de saúde

De acordo com o relatório State of the World’s Fathers (O Estado dos Pais do Mundo, em tradução livre), divulgado recentemente pela organização ativista MenCare, crianças cujos pais participam desde cedo da criação se tornam mais felizes e educadas. Uma das causas apontadas é uma mudança de comportamento que chama a atenção para o papel do novo pai, que precisa estar cada vez mais envolvido no cuidado com os bebês, não apenas com o suporte financeiro, mas compartilhando as tarefas com as mães e assumindo mais responsabilidades no dia a dia com os pequenos.

O movimento Papai Manda Bem, contempla debates e uma série de ações, incluindo a entrega de 1 mil trocadores de fraldas para banheiros masculinos ou que tenham áreas comuns para ambos os sexos de estabelecimentos públicos de todo o Brasil.

Leia mais
Comente

Hot no Donna