Polêmica de Carnaval: Sabrina Sato reedita fantasia de Luma e usa coleira com nome do noivo

Lembra da icônica fantasia de Mulher Gato que Luma de Oliveira usou em 1998? Vinte anos depois, Sabrina Sato resolveu “homenagear” a musa do Carnaval com uma releitura do look, que rendeu comentários por um detalhe em particular: a coleira no pescoço de Luma, que levava o nome de Eike (Batista), seu marido à época.

Foto: Banco de Dados

Foto: Guaracy Andrade, Banco de Dados ZH

Pois foi justamente o acessório que, desta vez, dividiu opiniões entre os seguidores de Sabrina. A apresentadora adaptou a coleira com o nome de seu noivo, o ator Duda Nagle. Enquanto alguns acham que a fantasia é apenas uma brincadeira bem-humorada, outros questionam o significado de uma mulher surgir com uma coleira em que se lê o nome do companheiro, em uma época que nunca se debateu tanto questões relativas ao empoderamento feminino.

Mais sobre Carnaval 2018
:: Polêmica da vez: internautas dizem que Bruna Marquezine tem “peitos caídos” – e como isso reforça a pressão estética contra as mulheres
:: Modinha de verão! Adesivos para os seios viram mania no Carnaval
:: Glitter biodegradável é aposta sustentável para o Carnaval
:: Cílios gigantes, pinturas corporais e mais: veja o que vai ser tendência nos blocos
:: 6 itens indispensáveis para curtir o Carnaval com estilo e muito conforto
:: Agendão de bailinhos para a criançada curtir a folia 

Em resposta a uma seguidora de seu perfil no Instagram, a própria Sabrina explicou seu ponto de vista:

“Não tem nada mais feminista do que a gente homenagear outra mulher. Não é verdade?“, disse.

Nos comentários da foto, vários seguidores defenderam a escolha da fantasia de Sabrina:

“Mulher bem resolvida homenageia outras mulheres de coração aberto”, escreveu uma das seguidoras

“Somos tao poderosas que podemos homenagear os nossos homens, sem sermos diminuídas! Arrasou, linda!”, completou outra.

“As pessoas precisam entender que EMPODERAMENTO é o ato de dar PODER a si próprio ou a outro alguém. É domínio sobre uma situação, condição. Eu luto pelo direito da mulher ser e fazer O QUE ELA QUISER! E isso inclui usar uma coleira com o nome do boy, se for por pura vontade DELA. Serve para sair pelada no carnaval ou ir pra um camarote com o Lib nos seios. SOMOS LIVRES!”, respondeu outra seguidora de Sabrina.

 

No Twitter, as opiniões também eram divergentes:


Neste ano, Sabrina Sato – que é rainha de bateria da Unidos de Vila Isabel e madrinha de bateria da Gaviões da Fiel – escolheu homenagear musas do Carnaval. Isabelita dos Patins, Luiza Brunet e Piná também estão entre as mulheres lembradas pela apresentadora em suas fantasias.

:: Entrevista! À frente da bateria de duas escolas de samba, Sabrina Sato mostra por que leva o Carnaval tão a sério

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna