Shana Müller em 360 graus: artista fala sobre maternidade, beleza e conquistas

Eduardo Rocha, divulgação
Eduardo Rocha, divulgação

Cantora regionalista, apresentadora do Galpão Crioulo, mãe do Gonçalo, voz ativa sobre questões femininas e muito mais. Shana Müller, um dos ícones do Rio Grande do Sul, responde a Donna sobre seus gostos e opiniões.

Um momento do qual não canso de lembrar: o nascimento de Gonçalo! Muitas descobertas em um dia só.

Meu ritual indispensável de beleza: me eduquei a tirar a maquiagem, lavar o rosto e usar um hidratante antes de dormir.

O perfume que é a minha cara: La vie et belle, da Lancôme.

Jamais saio de casa sem… perfume.

Peça-chave do meu closet: saias.

O que desperta meu instinto consumista: gastronomia.

Não gastaria meu dinheiro com… bolsas de marca.

Fica aqui um conselho: não perca tempo! A vida é um emaranhado de momentos. Bons e ruins, e nenhum menos importante.

A frase que mais digo: “Não vim ao mundo para ser mais uma”.

A frase que mais escuto: é “mamama”, do Gonçalo.

A frase que mais digo: “Não vim ao mundo para ser mais uma”.

Adoraria ter mais tempo para… meu filho, claro. A vida moderna consome nosso tempo.

A conquista que mais desejo para as mulheres: que saibamos criar nossos filhos para entenderem e saberem conviver com as mulheres dos novos tempos.

A lição mais difícil: silenciar quando necessário. Sou uma pessoa explosiva.

O último livro que li: O Tempo Entre Costuras (Maria Dueñas).

O que penso das redes sociais: uso para divulgar meu trabalho e partilhar coisas boas. De resto, nem me envolvo muito.

Meu maior luxo é… ter tempo para descansar e conseguir realmente não fazer nada.

Uma música inesquecível: Ñangapiri, de Antonio Tarrago Ros, que cantei ao lado de Mercedes Sosa.

Uma descoberta recente que quero compartilhar: Hotel Estância Estribo, em Santo Antônio da Patrulha, um lugar incrível, situado no meio da Serra do Mar, com verde para todos os lados… É a cultura gaúcha para estrangeiro nenhum botar defeito.

Eduardo Rocha, divulgação

Eduardo Rocha, divulgação

Leia mais
:: Shana Müller: “Onde estavam as mulheres quando foi fundado o movimento tradicionalista?” 
:: Mulher e tradicionalismo: Shana Müller entrevista a patrona dos festejos farroupilhas, Elma Santana
:: Shana Müller: “O machismo não pode ser perpetuado no tradicionalismo”

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna