Taís Araújo é escolhida pela ONU para defender direitos das mulheres negras

Atriz, apresentadora, mãe de dois e agora defensora dos Direitos das Mulheres Negras da ONU Brasil. Taís Araújo, aos 38 anos, foi nomeada ao posto na segunda-feira, 3, em cerimônia na sede da organização. A novidade chega com o #JulhoDasPretas, uma iniciativa que marca o mês de mobilização do movimento de mulheres negras em decorrência do 25 de Julho, Dia da Mulher Afro-latino-americana, Afro-caribenha e da Diáspora.

Minha semana começou em 2017, mas com os olhos bem atentos para 2030. Hoje, Dia Nacional do Combate à Discriminação Racial, tive a honra de receber o título de Defensora dos Direitos das Mulheres Negras da ONU Mulheres no Brasil. Meu objetivo central é agregar para reduzir as diferenças. Agregar ao debate homens, mulheres, brancos, negros, orientais, indígenas, enfim, todos os brasileiros e brasileiras nessa missão, transformando a realidade com amor e coragem. Cada um de nós tem em si a força necessária para essa mudança. Juntos poderemos chegar em 2030 com uma perspectiva de igualdade para todos. Está longe? Ou muito perto? Utópico? Realista? Não sei. Só consigo responder que é urgente! Estou junto com a @onumulheresbr pra que cheguemos em 2030 orgulhosos dos nossos planos e conquistas. E convido vocês para fazer parte disso. Vamos juntos? ????‍♂️???‍♂️??????‍♂️????‍♂️???‍♂️

Uma publicação compartilhada por Tais Araújo (@taisdeverdade) em

Segundo o braço brasileiro da ONU Mulheres, Taís já vinha colaborando com projetos da organização há mais de um ano e agora terá como objetivo apoiar a visibilidade das mulheres negras como um dos grupos prioritários do Plano de Trabalho da ONU Brasil para a Década Internacional de Afrodescendentes. O projeto principal é o Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50 em 2030, que busca a igualdade de gênero e combate o racismo no prazo de 13 anos.

“Cada um de nós tem em si a força necessária para essa mudança. Juntos poderemos chegar em 2030 com uma perspectiva de igualdade para todos”, postou a apresentadora do Saia Justa no Instagram, convidando os seguidores a apoiarem a luta.

No novo posto, Taís trabalhará ao lado de atrizes como Juliana Paes, defensora para a Prevenção e a Eliminação da Violência, Camila Pitanga, embaixadora da ONU Mulheres Brasil, e Kenia Maria, também defensora dos Direitos das Mulheres Negras.

Leia mais
:: O Topo da Montanha: a inspiração da peça de Taís Araújo e Lázaro Ramos para todos os negros
:: Taís Araújo relembra bullying na infância: “Essa menina sofreu muito na escola, mas aprendeu a se defender”
:: Vogue americana aponta Taís Araújo como uma das mais estilosas atrizes brasileiras

Leia mais
Comente

Hot no Donna