Valesca Popozuda conta história de assédio em livro: “Hoje a gente tem a liberdade de falar”

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No recém-lançado, Sou dessas – Pronta para o combate (Editora Record), a cantora Valesca Popozuda relembra sua trajetória, desde quanto era uma artista independente da periferia, integrante do grupo Gaiola das Popozudas, e narra episódios de assédio sofridos nos bastidores dos shows.

– Naquela época, era bem complicado você sair disso. Você tinha que sair se calando, se fechando, sem deixar que as pessoas soubessem. Mas hoje não. Hoje, a gente tem a liberdade de falar o que pensa e, se sofrer abuso ou assédio, de abrir a boca, colocar no mundo – disse ela em entrevista ao HuffPost Brasil.

No Instagram, Valesca agradeceu o carinho dos fãs no lançamento da autobiografia, durante a Bienal do Livro em SP, um dos maiores evento do mercado literário no Brasil. “Jamais vou conseguir transmitir o que eu senti, foi simplesmente único! Obrigada ao público que comprou o livro e foi me prestigiar!” agradeceu a cantora.

:: Juliana Alves sofre ataque racista nas redes sociais e é defendida pelos fãs
:: Atrizes como Deborah Secco e Fernanda Souza posam para fotos de projeto feminista
:: #nomakeup: cantoras Alicia Keys e Alessia Cara dispensam maquiagem no VMA

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna