Amizade, autoestima, sororidade e mais: as lições que aprendemos com “Meninas Malvadas”

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Hoje é quarta-feira, dia de usar rosa. Mais do que isso: é 3 de outubro!

Fãs do clássico teen Meninas Malvadas vão reconhecer a importância – e coincidência da data.  Pensando nisso, Donna reuniu algumas lições que o filme estrelado pelas atrizes Lindsay Lohan e Rachel McAdams nos ensinou. Veja:

É só plástico

No fim do filme, a protagonista Cady Heron é eleita a rainha do baile de formatura. Mas muitas pessoas só votarem nela por acharem que ela empurrou a vilã Regina George na frente de um ônibus.

Em seu discurso da vitória, Cady filosofa sobre como aquela coroa parecia ser tão importante, mas na verdade era… só plástico. Na vida, algumas coisas só parecem ter mais importância do que realmente têm. Valorize o que realmente vale a pena.

Não se finja de burra

Nem por Aaron Samuels, nem por ninguém! Ser inteligente é mais importante do que conseguir um boy a qualquer custo.

Não deixe que lhe digam o que fazer

Seguir o que alguém diz e fazer tudo que essa pessoa quer não faz sentido. Todo mundo vai vestida de coelhinha sexy na festa à fantasia? Vá de noiva cadáver, ué, se essa é a sua vontade! O importante é ser você mesma.

Tudo o que vai, pode voltar

Fofocar pode ser viciante. Porém, o jogo pode virar: hora dessas, você pode ser o foco – e isso vai te deixar triste e magoada. Falar mal de uma pessoa não vai te fazer melhor do que ela.

Extraia o veneno

Segundo Cady, que viveu na África parte da vida, “quando você é mordida por uma cobra, você precisa extrair o veneno”. Assim como ela, é importante você se livrar de tudo o que te faz mal. Não adianta guardar mágoas ou querer se vingar dos outros. No final, isso só faz mal a nós mesmas.

Pratique a sororidade

Por fim, talvez a lição mais valiosa do filme: não xinge outras meninas. Isso dá margem para que os homens façam isso e nós já vivemos em um mundo bem machista. Pratique a sororidade! A união fortalece as mulheres!

Ah! E pode usar rosa sempre. Não só às quartas-feiras!

 

 

Leia mais
Comente

Hot no Donna