Anne Hollander e o legado em livros para entender a moda como forma de expressão

Historiadora, que morreu no início do mês, é autora de obras como "Seeing Through Clothes" e "O Sexo e as Roupas"

Ela nos deixou fisicamente no início do mês, mas o legado da historiadora Anne Hollander segue como um dos mais importantes para entender o modo como nos vestimos como uma expressão única da nossa personalidade. Se hoje a moda é vista também como expressão artística, Anne, que morreu no dia 6 aos 83 anos, em Nova York, é uma das grandes responsáveis.

– A arte de se vestir é a que todos nós praticamos -, dizia ela.

Em seus livros e ensaios, defendia que roupas e modo de vestir revelam muito mais do que ocultam – seja sobre arte, percepções do corpo ou de nós mesmos. Sua primeira obra, Seeing Through Clothes, de 1978, guia os leitores por séculos de vestidos e roupas representados na arte e é referência quando o assunto é a maneira como artistas retratam roupas.

Vale encomendar pela internet (lembrando que livro é isento de taxa de importação!) ou procurar em sebos a edição nacional de outro clássico de Hollander, O Sexo e as Roupas, esgotada.

Leia mais
Comente

Hot no Donna