AstroMatch! Brasileira cria aplicativo de relacionamento baseado nos signos

(Reprodução)
(Reprodução)

Pode não ser o seu caso, mas é comum encontrar pessoas que perguntam o signo antes mesmo do nome na hora de conhecer um possível affair. Pensando nisso, uma brasileira criou um novo aplicativo de relacionamento com a promessa de que o match só poderá acontecer se os astros aprovarem. É isso mesmo. A mato-grossense Luana Kawamura, 22 anos, desenvolveu a ferramenta que indica pessoas que estão próximas do usuário e que tenham maior compatibilidade astral: o AstroMatch.

Atualização!
Antes do AstroMatch, um aplicativo com uma função parecida foi criada em 2015 e lançado alguns dias antes da ferramenta que citamos na matéria: o joinder.me

via GIPHY

Ele funcionará como uma espécie de “Tinder astrológico”, onde o usuário vai cadastrar algumas informações básicas (que poderão ser retiradas do perfil no Facebook) como data, local e horário do nascimento. O app fará automaticamente o mapa astral e cruzará com os mapas de outras pessoas que estejam próximas do usuário. Os possíveis pretendentes aparecerão com um barra indicando o nível de compatibilidade (se for 100%, já sabe, encontrou seu paraíso astral!). Daí é só dar o like, torcer para dar match e se der, puxar aquele papo.

(Reprodução)

(Reprodução)

E mais: a ideia é que a ferramenta seja plural e inclusiva. Você vai poder escolher sua identidade de gênero (que poderá ser, inclusive, não-binário) e a preferência sexual. É só se jogar!

Você pode se cadastrar para saber quando a versão beta vai estar disponível, mas a previsão é que o aplicativo esteja disponível gratuitamente no prazo de um a dois meses para as plataformas Android e iOS.

:: Jovens desenvolvem aplicativo que mapeia lugares que respeitam a diversidade sexual e de gênero
:: Quanto tempo se leva para encontrar um amor em aplicativos de paquera?

Como a ideia surgiu? Ela queria distância dos aquarianos

Luana, que é estudante, fez um grupo de amigos no WhatsApp que conheceu em um congresso sobre empreendedorismo. Coisas que só os astros podem explicar, né? Lá, ela, que é libriana com ascendente em sagitário e lua em áries (claro que perguntamos!) conversava bastante sobre os astros e relacionamentos. Aliás, a moça até já fugiu de pretendentes por causa do mapa astral dele, dá para acreditar? Até que brincando, ela disse que, por causa de experiências frustrada, queria ficar longe dos aquarianos (conhecidos no mundo da astrologia pelo desapego excessivo) e veio a ideia:

— ‘Eu vou fazer um Tinder astrológico’, eu disse. Daí numa mensagem privada, meu atual sócio, que é empreendedor, perguntou ‘por que não?’. Eu achei que ele estava me zoando, mas não — lembra a estudante.

Foi então que João Vitor Chaves, o amigo e sócio, incentivou Luana a conversar com pessoas e perguntar o que elas achavam da ideia.

(Arquivo pessoal) Luana é a "louca dos signos" e até já fugiu de pretendentes por causa do mapa deles

(Arquivo pessoal) Luana é a “louca dos signos” e até já fugiu de pretendentes por causa do mapa deles

— Eu falei com mais de 30 pessoas. Fui conversando e o povo foi gostando. Daí eu concluí que tinha que fazer mesmo.

Então o sócio começou construindo a identidade visual do app e Luana foi atrás de duas peças importantes para tocar o projeto: um astrólogo e um programador. Ela encontrou Rebeca Vilaça, estudante de astrologia (e filha de astrólogo) que adorou a ideia e topou na hora. No início, a ideia foi lançada para ser financiada coletivamente, mas o retorno foi pouco. Com o apoio de uma incubadora, eles conseguiram o suporte para começar a construir o app e agora estão procurando possíveis investidores para colocar a ideia na rua. Claro, já existem muitos interessados.

Com a ajuda de profissionais gabaritados, parece que não vai ter inferno astral que segure essa libriana!

— Só pode ser coisa dos astros — brinca a mato-grossense.

Leia também:
:: 39% das mulheres que usam o Tinder já sofreram algum tipo de assédio, afirma pesquisa
:: Conheça o Vinder, o “Tinder” que une vegetarianos, veganos e simpatizantes
:: Novo Tinder? Aplicativo de paqueras Once chega ao Brasil e troca match por cupidos

E aí? Vai querer…

12524424_1711160639096741_5579517820129746435_n

 

Leia mais
Comente

Hot no Donna