Cinco roteiros de bate-volta com a família para o feriadão de Páscoa no RS

A Páscoa dá a largada em uma maratona de feriados que você pode curtir sem gastar muito. Claudia Bins, autora do livro e do blog “As Passeadeiras”, compartilha cinco dicas de programas bacanas no Estado que dispensam a hospedagem. São destinos testados e aprovados também pelas filhas, Manoela, 10 anos, e Juliana, seis.

Caxias do Sul

♦ Distância de POA: 145 quilômetros

É um destino pouco conhecido para turismo, mas este conceito vem mudando aos poucos e um dos grandes responsáveis é o Restaurante Barlavento. Famoso na cidade por apresentar diversas sobremesas com os morangos hidropônicos cultivados na propriedade, ao som de música, o local também é uma ótima opção para almoço e jantar. O cardápio conta com pratos quentes como massas, sopas e sanduíches. Com inspiração náutica, todas as paredes são recobertas por fotos e outros itens ligados à navegação e ao mar, como boias, cordas, mastros e lemes. Mas a grande atração fica no pátio, com redes, deck de madeira e muitas flores perfumadas. Ali ao lado ficam as estufas dos morangos hidropônicos e atrás do restaurante há um minizoo com bichinhos e uma casinha na árvore para alegria dos pequenos. Um belo passeio para uma tarde ensolarada, que pode ser complementado com uma visita às réplicas dos Pavilhões da Festa da Uva. É uma vila com casas tipicamente italianas, algumas delas vendem artesanato – o espaço é bem fotogênico.

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

Aproveite que você está nos Pavilhões e vá até a estátua do Jesus 3º milênio. A vista da cidade de lá é espetacular. Perto dos pavilhões tem o Museu da Casa de Pedra. No centro da cidade, fica o Museu da Segunda Guerra Mundial, que pouca gente conhece, assim como a Igreja São Pelegrino e o museu junto ao Monumento Nacional ao Imigrante, que retrata todos os tipos de imigração.

Dica bônus: para quem pensa em pernoitar na cidade, a dica é a Hospedaria Rio do Vento, ao lado do Restaurante Barlavento. O charme fica por conta da inusitada decoração com elementos antigos, agregando um ar rústico, mas com muito conforto e direito a aquecedor a lenha. Além disso, oferece um amplo pátio, parquinho e coelhos e porquinhos-da-índia para divertir os pequenos. É como se hospedar em casa de amigos com um café da manhã inesquecível, com cuca de mirtilo e muito suco de morango hidropônico!

Canela

♦ Distância de POA: 132 quilômetros

Destino clássico, ainda mais na época da Páscoa, Canela ainda reserva atrações a descobrir. Bem pertinho de Gramado, fica o Ecoparque Sperry e o restaurante Bêrga Motta, parte de um complexo turístico dentro do Vale do Quilombo (Linha 28, Estrada Professora Elvira A. Benetti).

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

Com uma área de 20 hectares em meio à Mata Atlântica, é banhado por dois arroios e um riacho que formam cachoeiras, cascatas e cânions que podem ser visitados por meio de trilhas e mirantes, tem também um amplo gramado verde com slackline, pomar de frutas e uma área para lazer e relaxamento enquanto aguarda a vez no concorrido restaurante.

O Bêrga Motta abre aos sábados, domingos e feriados das 12h às 15h, e oferece um bufê farto e variado de saladas, pratos quentes, servidos sob um charmoso fogão de ferro – e sobremesas de tirar qualquer um da dieta. Quem almoça por lá tem isenção no ingresso ao parque.

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

Dica bônus: dá para conjugar um passeio ao Ecoparque Sperry com uma visita ao Alpen Park, em Canela. O parque de diversões oferece montanha-russa, tirolesa, trenó e mais um monte de atrações divertidas para a família toda!

Bento Gonçalves

♦ Distância de POA: 130 quilômetros

Vá cedinho para curtir com calma os Caminhos de Pedra, na zona rural de Bento Gonçalves. São várias as atrações, como o Parque da Ovelha, que as crianças curtem muito, a Casa da Erva-mate e sua grande roda d’água e a Casa da Tecelagem. Para o almoço, escolha entre as tantas cantinas – há para todos os gostos e bolsos.

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

Nós recomendamos o risoto de charque no restaurante do piso inferior da Casa Vanni, com o bônus de poder descansar ao sol, depois da refeição, enquanto as crianças brincam no miniparquinho. Outra boa pedida é fazer um tour pelas vinícolas do Vale dos Vinhedos – que tal um piquenique na Miolo, na Dal Pizzol ou na Larentis, desfrutando o sol, a natureza, um belo vinho ou espumante, suco para a criançada e comidinhas deliciosas? Para os mais aventureiros, experimente o passeio de 4×4 entre os vinhedos, oferecido pela Cave Geisse que, no final, oferece degustação de espumante junto a uma cachoeira.

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

Dica bônus: Bento Gonçalves oferece ainda mais três rotas turísticas igualmente encantadoras, a Encantos de Eulália, a das Cantinas Históricas e a do Vale do Rio das Antas, cada uma com sua característica própria, mas todas igualmente lindas e divertidas.

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

São Francisco de Paula

♦ Distância de POA: 130 quilômetros

Um dos destinos mais bonitos no outono gaúcho, a cidade das cachoeiras e do Lago São Bernardo tem o dom de encantar. Curta a paisagem europeia ao redor do Lago São Bernardo, sem pressa. Lá você vai encontrar pracinha para as crianças, bicicletas familiares e um pônei que, aos finais de semana, dá o ar da graça. Tem uma área para piquenique também, o que é uma ótima ideia se você curte o programa. Se tem crianças maiores que gostam de natureza e aventura, visite o Parque das 8 Cachoeiras e, para aquele merecido descanso, passe na Miragem Livraria, que oferece café e guloseimas em meio a um ambiente deliciosamente rústico.

Foto: arquivo pessoal

Foto: arquivo pessoal

Dica bônus: a 80 quilômetros de São Francisco de Paula, por uma estrada linda, você chega a Cambará do Sul, onde pode almoçar no restaurante O Casarão, para um rodízio de tainhas maravilhoso. E, quem sabe, dar um pulinho no Parque do Itaimbezinho, onde tem trilhas adequadas à famílias com crianças?

Foto: Miriam Cardoso de Souza, divulgação

Foto: Miriam Cardoso de Souza, divulgação

Ivoti

♦ Distância de POA: 60 quilômetros

Conhecida como “A cidade das Flores”, Ivoti tem como atração o núcleo de casas em estilo enxaimel, construídas pelos primeiros imigrantes alemães que chegaram à região. São sete casas erguidas entre 1826 e 1950, hoje restauradas e abertas à visitação.

Casa Enxaimel: herança da colonização se mantém até hoje em Ivoti | Foto: Denise Frizzo, divulgação

Casa Enxaimel: herança da colonização se mantém até hoje em Ivoti | Foto: Denise Frizzo, divulgação

Em uma delas funciona o Museu Cláudio Oscar Becker, que mostra como eram as residências dos imigrantes na época. No caminho que leva até lá, fica a Ponte do Imperador, construção histórica de 1864, em estilo romano. Outro ponto turístico é a colônia japonesa, no Vale das Palmeiras, onde ao longo do ano tem feiras de produtos variados como uva, flores e especiarias.

Histórica Ponte do Imperador foi construída no século XIX | Foto: Denise Frizzo, divulgação

Histórica Ponte do Imperador foi construída no século XIX | Foto: Denise Frizzo, divulgação

Dica bônus: no segundo domingo de cada mês, tem a Feira Colonial, onde se pode experimentar produtos típicos da região como cucas, pães, bolos e embutidos – todos fresquinhos e deliciosos.

Foto: Fernando Gomes, Agência RBS

Foto: Fernando Gomes, Agência RBS

Leia mais
:: #donnaindica: quatro lugares no Interior do RS para escapar no final de semana
:: Vídeo: 5 dicas para montar um roteiro de viagem 
:: 5 lugares para mulheres que querem encarar uma aventura sozinhas pelo mundo

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna