Vai decorar o quarto do bebê? 4 soluções que serão úteis por anos

O nascimento de um bebê é fase de encantamento para a família e muitos gastos para os pais. Além das fraldas, roupinhas e itens essenciais vão acumulando cifras e cifras na conta final. Para quem não dispensa uma decoração linda e fofinha, o valor investido será ainda maior. É importante saber, porém, que talvez não valha a pena tantos detalhes específicos para os primeiros anos de vida do novo integrante da família.

:: As principais mudanças nas mamães e bebês em cada trimestre da gravidez
:: 10 itens desnecessário do enxoval de bebê

Uma decoração simples, sofisticada e multifuncional pode facilitar na hora de renovar o quarto de acordo com o crescimento e a evolução da criança. Segundo as arquitetas Luciana Araújo e Nathália Otoni, é possível planejar um quarto de bebê que atenda às necessidades dele até quando adolescente: “Para isso, a decoração deve ser pensada de forma neutra para tornar o cômodo versátil”.

Para amenizar o rombo na carteira, selecionamos algumas dicas da designer de interiores Fabiana Visacro. Confira o que pode ser reaproveitado mesmo com o passar dos anos:

1) Trocador que dá espaço à escrivaninha

Os móveis onde trocamos as fraldas dos nenês costumam ser altos para facilitar o trabalho da mamãe, mas podem dar lugar a uma escrivaninha de estudos assim que a criança deixar as fraldas e começar a ler e escrever.


Quarto de bebê - trocador

2) Prateleiras multiuso

Esses móveis podem durar anos e manter a mesma funcionalidade. Quando temos um bebê em casa, elas servem de apoio e armário para ursinhos, objetos de decoração e até utensílios. De acordo com o desenvolvimento da criança, elas podem ser ocupadas com livros e bonecos ou bonecas.

Quarto de bebê - Prateleiras

3) Gaveteiros sem úteis

Famílias que receberam um menina podem investir sem medo em um gaveteiro. Além de prático, o móvel pode ser utilizado por muito tempo como penteadeira. Para completar, basta colocar um espelho e, no lugar dos ursinhos, permitir os perfumes e cremes.

Quarto de bebê - gaveteiro

4) Tons sóbrios

Para muitas mamães e papais, quartos de bebês devem ser sempre rosas ou azuis. Esse padrão vem caindo no desgosto. A maioria dos casais prefere deixar o quarto mais sóbrio, investindo em tons pastel, cinzas e cremes na parede. Essas escolhas mais discretas são ótimas para quem quer deixar os pincéis e latas de tinta longe do quarto por vários anos.

Quarto de bebê - tons sóbrios

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna