#DonnaRetrô: as palavras que você ouviu (muito) em 2016

Na internet, nas revistas ou nos discursos, não faltaram palavras para marcar este ano e, quiçá, perdurarem durante 2017. Confere com a gente quais foram os termos e as expressões que mais ouvimos, lemos e escrevemos no ano que já está quase no fim.

1 – Sororidade

Você deve ter ouvido e lido muitas vezes a palavra “sororidade” este ano – e isso se explica pela repercussão que as demandas feministas alcançaram. Sororidade faz referência à união de mulheres em busca de um objetivo em comum, deixando de lado julgamentos que fortalecem esterótipos preconceituosos.

2 – Empatia

A palavra “empatia” costuma aparecer em situações desconfortáveis, pois significa colocar-se no lugar da outra, a fim de tentar compreender o contexto ou a reação de outra pessoa. A compreensão da realidade alheia facilita a criação de um elo emocional (que pode, inclusive, dar início ao senso de sororidade, a palavrinha anterior).

3 – Empoderamento

Empoderar pode significar “incluir algo ao debate e ao cenário social”, assim como desconstruir tabus e estereótipos. O empoderamento feminino, por exemplo, coloca em discussão as pautas das mulheres, permite que elas tenham espaço para a troca de ideias, possam compartilhar vivências e ainda conscientizar outras pessoas sobre direitos sociais e civis.

4 – Gratidão

Viral das redes sociais: o termo “gratidão” se popularizou e foi além da florzinha roxa utilizada pelo Facebook. O significado é o original: agradecer, ou ser grato, por algo ou a alguém.

5 – Top

Essa é outra herança da internet exportada para a vida real. Esqueça “top model” ou “top de linha”: não é preciso nada além do próprio “top” para definir algo top. Mas o que é algo top? É algo muito bom ou ótimo, é simplesmente top. Entendeu?

Leia mais
:: #DonnaRetrô: os casamentos que marcaram 2016
:: #DonnaRetrô: os bebês de famosos que nasceram em 2016

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna