Existe padrão global de beleza? Mulher tem rosto modificado no Photoshop de acordo com 25 nacionalidades

Será que a mulher considerada mais bonita no Marrocos é a mesma que seria escolhida no Chile? Se depender do resultado do projeto da jornalista Esther Honig, estamos bem longe de ter um padrão de beleza global.

:: Sem Photoshop! Novas marcas aderem a propagandas com mulheres reais

Na época em que trabalhava como gerente de mídias sociais em uma empresa no Kansas, Estados Unidos, Esther conheceu a plataforma de freelancers Fiverr, que reunia profissionais do mundo inteiro. Enquanto navegava no site, ela percebeu que a maioria oferecia suas habilidades de Photoshop. Foi então que surgiu a ideia: o que aconteceria se pedisse para pessoas de diferentes países modificarem uma foto sua para parecer mais bonita, de acordo com a visão de cada um?

– Nos Estados Unidos, o Photoshop tornou-se símbolo de padrões inatingíveis de beleza para a nossa sociedade. Meu projeto, Before and After [Antes e Depois], examina como esses padrões variam entre as culturas em um nível global – explica Esther no site da iniciativa.

originalA foto original que Esther enviou aos 40 profissionais

Esther deu a mesma missão para 40 profissionais de 25 países como Argentina, Israel e Paquistão – uns especialistas na área, outros amadores. O que ela não esperava era a mudança drástica que seu rosto ganhou na visão de cada um deles. No trabalho que veio do Marrocos, por exemplo, ela apareceu com o tradicional hijab. Para algumas, sombra, batons coloridos e muito blush. Em outras, pele lisa e sem maquiagem.

No site do projeto, a jornalista reuniu algumas das imagens que já recebeu, mas o Before and After continua. E que lição ela tirou da empreitada?

– O Photoshop nos permite alcançar os nossos padrões inatingíveis de beleza, mas quando comparamos essas normas à escala mundial, o ideal passa a ser ainda mais ilusório.

:: Veja o resultado do Before and After

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna