Mariana Kalil autografa seu terceiro livro em sessão nesta quarta-feira em Porto Alegre

Quem convive com a jornalista e escritora Mariana Kalil sabe que humor é a resposta para qualquer perrengue, drama ou inquietação que possam afligir a colunista de Donna. Depois de sofrer sinceramente com todas as fibras do coração por dois quilos a mais ou por um sério problema de saúde, ela processa toda a carga de sentimentos, reflete, medita e devolve ao mundo um aprendizado em forma de risos. Foi assim, ruminando os ensinamentos obtidos a partir de um grande perrengue, que nasceu seu primeiro livro, Peregrina de Araque, que narra as peripécias desastradas vividas durante uma viagem ao Oriente Médio, para onde foi fazer uma reportagem. E é assim que nasce o terceiro, Tudo Tem uma Primeira Vez, que será lançado na próxima quarta-feira, dia 14, pela Editora Dublinense, com sessão de autógrafos na Livraria Saraiva do Moinhos Shopping, a partir das 18h30min.

:: Blog Por Aí: convocação final para esta quarta em imagens

Nesta obra, como nas anteriores, Mari Kalil se expõe na medida para oferecer ao leitor um conteúdo leve, com muitas risadas garantidas, mas que não é, nem de longe, raso ou bobo. Pelo contrário. É matéria humana da maior densidade, com direito aos dilemas femininos a que todas nós estamos sujeitas, vestida com a roupa de uma linguagem fluente, precisa e, ao mesmo tempo, suave e fácil. É a essência da crônica moderna, que capta e manipula momentos corriqueiros e sentimentos cotidianos, dando a eles elaboração literária.

O título é autoexplicativo sobre o conteúdo do livro: são 28 crônicas em que a autora conta as particularidades de muitas de suas primeiras vezes. A estreia num voo de teco-teco, o vômito em um jantar de gala, a preparação de um espaguete de pupunha, o trauma de um assalto. A experiência vivida torna-se, na verve de Mariana, elemento para rir e para pensar. “Com um engraçado e autocriticado pendor para a hipocondria e para o susto, Mariana não vê o vexame como vergonha. Ou até vê, que ela não é louca nem nada, fato que não impede que esprema os grandes micos da vida até os transformar no abençoado suprassumo do humor. Revertendo a lógica da desgraça com sabedoria de quem aprende com as próprias atrapalhações, Mariana nos entrega um volume que é daqueles de ler aos poucos para prolongar o encanto e o prazer”, afirma a escritora Cíntia Moscovich, que assina a orelha do livro.

Jornalista experiente, Mariana tem mais de 20 anos de carreira como repórter e editora em alguns dos principais jornais e revistas do país. O ofício nas redações foi o meio que ela encontrou para exercitar a grande paixão que carrega desde que se entende por gente: escrever. A técnica adquirida ao longo deste tempo é o que permite que ela verta nas crônicas o conteúdo mais íntimo de sua alma inquieta. A fome de escrever também faz com que ela se mostre, diariamente, nas postagens do blog Por Aí, o mais lido do site revistadonna.com, e semanalmente na coluna de mesmo nome, que assina aqui na página 5 da revista. Para estar ainda mais perto das letras e da literatura, Mari deixou, há dois meses, o posto de editora de Donna, que ocupou por oito anos – fazendo com que nós, sua equipe, vivamos também uma triste primeira vez: não tê-la conosco no convívio diário. Quem sabe a gente escreva uma crônica sobre isso, um dia. Por enquanto, garantimos, com a leitura de Tudo Tem uma Primeira Vez, um alívio na saudade e, claro, as boas risadas que sempre acompanham a Mari, seja onde for.

 

00b3050c  Tudo tem uma primeira vez
de Mariana Kalil
Editora Dublinense, 160 páginas, R$ 34,90
Sessão de autógrafos no dia 14 de outubro (quarta-feira), a partir das   18h30min, na Livraria Saraiva do Moinhos Shopping (Rua Olavo Barreto Viana, nº 36 – Porto Alegre – RS).

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna