Para brincar! Os melhores materiais para tapetes de quarto de criança

Foto: Espaço do Piso, Divulgação
Foto: Espaço do Piso, Divulgação

A fase da independência é cheia de descobertas para os pequenos. E um dos maiores prazeres é brincar sentadinho no chão, onde engatinhar e dar os primeiros passos é como viver uma aventura. Para quem está com o quarto pronto, soluções pontuais são as mais indicadas para não pesar no orçamento.

Entre os materiais mais sugeridos para os tapetes que serão sobrepostos ao piso, estão o E.V.A, os com tecidos antialérgicos e, para os que já caminham, a grama sintética – nova queridinha da decoração descolada para todas as idades (vide o projeto de Mauricio Arruda para o quadro Lar doce lar, do Caldeirão do Huck, da Rede Globo).

Mais na seção #DonnaDaCasa
:: Dê fim à bagunça: confira dicas de organização da apresentadora do Santa ajuda

Além de dar um reforço considerável no estilo do quartinho, a grama é econômica e pode ser encomendada pela internet a partir de R$ 30 o rolo, com medidas de 2m x 5m. É de fácil instalação e dispensa mão de obra. A variação de custo fica por conta da gramatura escolhida, e a manutenção é apenas um paninho úmido.

00be6ba5

Já o E.V.A traz a facilidade de composição, com tatames lúdicos. É ideal para os que engatinham pelo toque fofinho do material plástico com aparência emborrachada. E a limpeza também é prática: tirar bem o pó antes e depois usar pano úmido com produtos não abrasivos.

tapete2

Para quem não abre mão de tapetes mais tradicionais (como no projeto de Diego Revollo, na foto em destaque), uma sugestão é um modelo com fios de náilon, pois é uma fibra com resiliência, fácil de manter e, o mais importante, dificulta a proliferação de ácaros e fundos. Nesta foto, o modelo cinza é da marca Santa Mônica.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna