Pitty e Paolla Oliveira aderem à campanha que denuncia a violência contra a mulher

Símbolo do movimento é uma unha pintada de branco

Paolla Oliveira e Pitty
Paolla Oliveira e Pitty Foto: Instagram, Reprodução

Com uma unha pintada de branco, a atriz Paolla Oliveira e a cantora Pitty manifestaram seu apoio à campanha #EuLigo180, que denuncia a violência contra a mulher. Lançado no dia 10 de abril, o movimento visa divulgar o número do disque-denúncia e incentivá-las a delatar abusos.

Os números relatados pela campanha são alarmantes: a cada 15 segundos, uma mulher sofre violência no Brasil; e uma em cada cinco mulheres sofrerá estupro durante a vida. Mas nem sempre os casos são levados às autoridades, já que menos de 4% das vítimas procura ajuda.

? Pintei uma unha de branco por que as mulheres pedem paz! Chega de violência! #euligo180 #disquedenuncia ? escreveu Paolla em seu Instagram.

Símbolo da campanha, a unha branca lembra as vítimas de que elas não estão sozinhas. Para ajudar a divulgar, basta fazer o mesmo que Paolla e Pitty e compartilhar nas redes sociais com a hashtag #EuLigo180.

Apoio nas redes sociais

Outras campanhas que pedem o fim da violência contra as mulheres ganharam as timelines nos últimos meses. Uma das mais representativas é a #EuNãoMereçoSerEstuprada, criada pela jornalista Nana Queiroz, de 28 anos. O protesto nasceu depois que uma pesquisa divulgada pelo Instituto de Política Econômica e Aplicada (Ipea) revelou que 26% dos brasileiros acham que mulheres que usam roupas curtas merecem ser atacadas.

Quem também aderiu ao movimento foram as cantoras Valesca Popozuda e Daniela Mercury. Dona do hit Beijinho no Ombro, a funkeira postou uma foto em que aparece nua, segurando apenas um taco de beisebol. “De saia longa ou pelada, não mereço ser estuprada”, diz a mensagem. Já Daniela compartilhou um clique com a frase-tema da campanha.

Leia mais
Comente

Hot no Donna