Na estrada com as crianças: 6 dicas para viajar com os filhos

Por Camila Maccari, especial

Você era daquelas que adorava botar o pé na estrada mas, com a chegada maternidade, deixou essa paixão de lado? Abrir mão de uma viagem, às vezes, pode parecer mais fácil do que encarar a jornada com as crianças. Donna conversou com as blogueiras de viagem Claudia Bins, do As passeadeiras, e Alexandra Aranovich, do Café com Viagem, que mostram que, com organização e planejamento, dá para fazer passeios incríveis em família.

 

1. Visite um pediatra
Tanto Alexandra quanto Claudia são enfáticas: antes de fazer as malas, é preciso saber como está a saúde da crianças e evitar surpresas. Além disso, o médico vai orientar você quanto a quais remédios levar para os dias de viagem.

2. Envolva os pequenos nos preparativos
Viajar é um processo que começa bem antes da chegada ao destino e é importante envolver a criança nas preparações. Explique como vai ser o trajeto, conte curiosidades sobre o lugar, dê detalhes das programações da viagem, como museus ou passeio de barco, por exemplo. Assim a criança se sente parte do evento e fica esperando ansiosamente por isso.

Claudia Ouro Pretod

3. Economize na bagagem
Lembre-se que agora você tem que carregar uma (ou mais) criança, então quanto menos malas para arrastar de um lado para outro, melhor. Claudia conta que, não importa a duração da viagem, ela, o marido e as duas filhas – de 10 e de cinco anos –  sempre levam, no máximo, duas malas. Para isso, tem uma regra: não carregar mais do que três itens de cada peça. As combinações entre as peças fazem o guarda-roupa de viagem parecer mais variado.

4. Planeje passeios para todos
Uma viagem é feita para todos os envolvidos. Não vale nada pensar só no lazer da criança e esquecer completamente o seu. Por isso, negocie. Você quer ir a alguma exposição em que a criança pode ficar entediada? Explique que esse é o seu momento e não abra mão dele. Mas, depois, compense fazendo alguma atividade que seu filho deseja. Se em uma noite você escolheu jantar em um restaurante gourmet que não tem nada a ver com o paladar infantil, já sabe: o almoço seguinte vai ser em uma lanchonete.

Veja Mais
::10 hotéis no Brasil para ir com as crianças nas férias

::8 roteiros de viagens nos Estados Unidos: as melhores roads trips| Spice up the road
::Como casais podem dividir melhor o trabalho doméstico e o cuidado com os filhos

5. Comece aos poucos
Se você não se sente segura em encarar uma viagem mais longa, Alexandra dá a dica: faça passeios menores, para destinos mais próximos. Assim, além de saber como seu filho reage, você também dá a ele a oportunidade de se acostumar com esses eventos.
_ É importante saber exatamente com quem você está lidando antes de viajar e esse tipo de começo ajuda a conhecer seu filho.

6. Pense no caminho
Se o percurso for longo e a criança não tiver nada para fazer, vai ficar entediada. Para evitar que isso aconteça, Alexandra sugere sempre ter junto algum brinquedo que seu filho goste ou eletrônicos, como um iPad. Quando a viagem for de carro, Cláudia indica brincadeiras lúdicas.
_ Quem vê um carro vermelho primeiro? Quem consegue encontrar um cachorro? São brincadeiras que distraem as crianças e envolvem toda a família.

Tal pai tal filho
Se você ama viajar, seu filho vai amar também. Para Alexandra Aranovich e Cláudia Bins, a relação das crianças com viagens reflete os pais.
_ Se os pais são aventureiros eles vão querer levar os filhos desde cedo para qualquer destino, curtir esse momento, vai ser natural – afirma Alexandra.
Para Claudia, é indispensável que você tenha certeza sobre o seu passeio.
_ Caso você se sinta inseguro, isso vai passar para a criança. Então é melhor apostar em destinos que lhe deixem confortável, mas isso não tem a ver necessariamente com a criança.

Viaje no blog
Acompanhe as viagens em família e as dicas de Alexandra Araonivch em cafeviagem.com e de Cláudia Bins em aspasseadeiras.com.br

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna