Azulejos portugueses pintam como febre fashion do próximo verão

Clássicas e tradicionais as estampas invadem roupas, acesórios e peças de decoração

Foto: reprodução

A estampa de azulejo português, também chamada de print porcelana, está ganhando as vitrines depois de brilhar nas passarelas de Just Cavalli e Valentino e nas capas das principais revistas de moda do mundo.

Delicada, feminina e com um irresistível ar de frescor, bem próprio da estação quente, aparece em blusas, saias, vestidos e acessórios. Conta Carol Ramos, produtora do editorial publicado na revista Donna do jornal Diário Catarinense:

? A tendência deve ser um das mais fortes da estação. Para não cair na mesmice, decidimos misturar estampas gráficas, preto e branco aos looks. Na hora de usar, vale também combinar a print com cores fortes como o pink, laranja, azul klein e verde, que serão hit no verão.

Estilo retrô está em alta no décor

 

Depois do arquiteto Roberto Migotto ter criado uma residência de explícito bicolor em 500 metros quadrados da Casa Cor São Paulo deste ano, não restam dúvidas sobre a atualidade do azul e branco em projetos de interiores e das suas possibilidades de combinações, do piso ao teto. Emanam dessa obra do arquiteto e de outros projetos com décor moderno grafismos de linhas retas e estampas figurativas ondulantes em contemporânea harmonia.

Com a sua carga histórica e delicadeza estética, eis que entram em cena peças da romântica azulejaria portuguesa. Estrelam roupas de mulheres e casas obras de design de superfície criadas daprès azulejos antigos talvez até anteriores ao terremoto de 1755 que destroçou Lisboa (vale referir que a paisagem antes do terremoto foi registrada por azulejos, uma das poucas imagens da topografia, dos casarios e dos cidadãos antes da destruição) e outras marcadas pela liberdade de estilização das cerâmicas tradicionais.

Ora acrescentam pitadas de vitrais e áreas limpas, em branco ou preto, conforme a proposta do designer, ora se contêm com desenhos a preencher todas as áreas da peça.

Quando a estampa é aplicada sozinha, com o entorno próximo marcado por padrões lisos, a azulejaria reforça o apelo retrô dos ambientes, uma das vertentes de estilos em alta no momento, em referência aos anos 1950, 1960 e 1970. Como as imagens dos azulejos portugueses são tradicionais e vindas de uma cultura católica, aceitam misturas com imagens de santos e alusões a temas sacros que podem marcar pontualmente a decoração.

Para seguir à risca a tendência atual de misturas de padrões, se torna desejável a convivência democrática de peças e estampas de mais de uma época, como em uma arquitetura eclética, que permite aproveitar heranças de família com estilo. E, para assinar com um toque atual, peças de design contemporâneo e de materiais de aparência fria quebram um eventual ar de puro saudosismo e ainda engajam a proposta nos anos 2.000.

Como um ponto focal de uma parede de fundo de uma gourmeteria (leia-se cozinha social) integrada ao estar ou mimetizada com padrões geométricos contrastantes – em tons de azul médio até o fashion azul klein -, a azulejaria portuguesa representa a moda em revestimentos cerâmicos, adesivos, tecidos de decoração e objetos de porcelana.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna