Básica? Que nada! Camiseta, o imã entre o chique e o casual | Moda Na Real, por As Patrícias

Giorgio Armani já dizia que ela é o alfa e o ômega do alfabeto fashion: a camiseta. O estilista italiano é tão apaixonado pela peça que foi ele que, ao final dos anos 1970, a trouxe para juntinho de elegantes ternos femininos e masculinos, criando a avó das combinações de um efeito que seria recorrente e cobiçadíssimo décadas depois, o high-low, essa mistura entre opostos que nos é gratamente corriqueira hoje. Pois a camiseta é esse imã entre o casual e o chique, o despojado e o sofisticado, o “tô nem aí” e o “caprichei na produção”, o podrinho e o luxinho. E ainda melhor: a t-shirt pode traduzir a personalidade em cada detalhe, seja na cor, na estampa, no fit e até mesmo no estado de conservação – sim, a camiseta e o seu companheiro jeans são algumas das poucas peças que podem ficar melhor e mais charmosas com o passar dos anos.

Mais Moda na Real?
:: Tipo Audrey Hepburn! Inspirações para usar calça capri
:: Casaco camelo, um clássico a qualquer hora
:: Por que camisa branca é uma peça essencial e camaleão?

A primeira camiseta de um closet ideal é a clássica branca, aquela que estreou como outwear em um jovem Marlon Brando no necessário Um Bonde Chamado Desejo (1951), já que até então era “roupa de baixo”. Sim. Antes de Brando e seu Kowalski desfilarem com uma, a t-shirt sempre havia ficado escondida, sob as camisas masculinas. Mas foi Brando e o poder do cinema, aliados à convulsão por novidades do período pós-guerra, que fez da peça um desejo, um fetiche, que chegou primeiro ao guarda-roupa deles para depois conquistar as mulheres. E é exatamente uma camiseta assim, branca, tradicional, a que você tem que ter inicialmente.

É claro que a modelagem dessa camiseta branca pode variar um pouquinho. Há quem goste das mais grandonas, na linha boyish, há quem prefira as mais justinhas e curtas, há quem goste das alongadas, há quem busque decotes alternativos ao básico modelo careca, como os Vs ou os Us…. O certo é que cada mulher vai ter que encontrar a camiseta branca que lhe vestir melhor, a que mais lhe agradar, a que valorizar a sua silhueta. Dicas?! Bem… Decotes abertos vestem melhor quem tem seios fartos, e tecidos mais fininhos tendem a ser mais gostosos e delicadamente femininos.

Veja também
:: 4 jeitos de usar camiseta com estampa divertida

Depois de escolhida a branca primordial, a gente indica uma cinza mescla e uma preta, versáteis até debaixo d’água.  E essas podem seguir o mesmo modelo que você elegeu para a sua branca ou ter alguma pequena variação. As demais, vão depender do seu estilo, mas, sem dúvida, um modelo estampado com ares vintage – ou vintage de fato – faz muito bem ao visual, assim como uma podrinha, bem destruída, perfeita para descompor looks mais tradicionais. E como usar? Com tudo. Como a gente mostra agora.

Com saia

A gente adora. Use com lápis, godê, evasê, estampada, lisa, curta ou longa. A saia proporciona à camiseta um perfeito toque de feminilidade.

camisetacomsaia

Com calça

A gente ama com pantalona de cintura alta, com coloridas, com modelos de couro, com jogging, com as formais, aquelas de preguinhas. Enfim. A t-shirt tira a sisudez de qualquer calça. E combine com saltos altos. Chique, chique!

camisetacomcalca

 

Com jeans

Ai, que dupla perfeita. Use com qualquer modelo: skinny, boyfriend, flare, retinha, shorts, saia. Combine com acessórios imponentes para reforçar o glamour.

camisetacomjeans

 

Com alfaiataria

Tem coisa mais bacana do que subverter o tradicional com uma t-shirt? Aposte com blazeres, ternos completos, tailleurs. Sem erro!

camisetacomalfaiataria

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna