Betty Autier revela como fez de seu Le Blog de Betty um fenômeno mundial

Entre chás e macarons, blogueiras gaúchas entrevistam a francesa que acumula milhões de acessos e fãs ao redor do mundo

Foto: Anna Berthier

Se você passeasse por Paris na companhia da morena da foto acima, provavelmente não venceria duas quadras sem ver gente apontando para a moça ou pedindo para tirar uma foto com ela. Na capital da moda, a blogueira Betty Autier, 29 anos, é tão reconhecida quanto uma atriz famosa. Na passagem por Porto Alegre, no começo do mês, também não passou despercebida. Na saída de um restaurante no bairro Moinhos de Vento, mulheres apontavam e sussuravam: “Olha ali! É a Betty”. A francesinha só sorri e vai aprendendo a capitalizar a fama que ganhou na internet postando suas apostas de moda e beleza para o mundo inteiro ver.

E o mundo inteiro mesmo vê o que ela faz. Seu Le Blog de Betty tem milhões de visualizações espalhadas pelo planeta. O Brasil é o segundo no ranking, por isso Betty já carimbou o passaporte por aqui três vezes. Ela vem atendendo o chamado de empresas nacionais que, cada vez mais, percebem o poder da bela e como suas indicações ou promoções de produtos podem ser revertidas em compras e fidelização de clientes. Na última estada em solo brasileiro, a blogueira conheceu Porto Alegre e Florianópolis. O convite para a viagem foi feito pela QOD Cosmetic, marca gaúcha que está lançando novos produtos de beleza e chamou Betty e outras blogueiras de fama internacional para encorpar o pacote de divulgação. Aqui, ela participou de eventos lotados, deu entrevistas, posou para editoriais. Repetiu a fórmula que já a levou ao Japão, China, metade da Europa, Estados Unidos e Canadá, onde seu aval também é bastante valorizado.

ENQUETE: qual destes looks você prefere?

O uso de blogs como ferramenta de marketing para marcas explodiu nos últimos cinco anos. Na área da moda e beleza, as empresas perceberam que a figura amigável das blogueiras é poderosa. No Brasil, especula-se que os ganhos de Thássia Naves, Camila Coutinho e Lalá Rudge passem facilmente dos R$ 60 mil ao mês. Betty Autier não revela quanto ganha, mas é o suficiente para que o blog e todos os trabalhos que vêm no encalço dele sejam sua única fonte de renda. O marido, Mathieu, também faz negócio na área. Seu último blog foi vendido por uma boa soma de euros e agora ele se prepara para lançar outro, de moda masculina.

Na agenda cheia da passagem de Betty por Porto Alegre, uma tarde foi reservada para uma conversa com Donna. O papo meio em português, meio em francês e meio em inglês aconteceu na Madame Antonieta , uma confeitaria com ares parisienses. Betty foi recebida por blogueiras gaúchas e, sem reservas, revelou sua fórmula de sucesso. O segredo, garante ela, é aplicar uma boa dose de empreendedorismo para fazer o projeto decolar e buscar uma identidade própria.

? De olho num bom negócio, muita gente copia o jeito, o estilo e até a forma de falar de outras bloggers. Fazem tão igual que o leitor acaba perdendo o interesse. Ser único é a chave ? ensina.

Palavras de quem não cria, desfila ou vende roupas e mesmo assim tem prestígio e faz dinheiro à beça com moda.

Chá das seis

Fotos: Anna Berthier

As convidadas

Clarissa Cabeda, 33 anos, comanda o clarissacabeda.com.br. A experiência como blogueira rendeu: ela também trabalha para empresas de moda e varejo criando blogs de marcas e administrando redes sociais.

Tamy Yasue, 30 anos, é dona do derepentetamy.com.br. Defende que tudo o que for publicidade seja claramente identificado para não trair a confiança das leitoras.

Ivana Rebeschini, 22, atualiza o verdadefeminina.com.br. O flerte com a internet começou no Twitter, onde o perfil @vfeminina alcançou mais de 100 mil seguidores.

As irmãs Paula, 27 anos, e Amanda Markiewicz, 23, curtem a ideia de postar em dupla. Dizem que assim o thesistersstyle.com ganha mais diversidade de conteúdo.

A confeitaria

Cássio Cevallos é o chef pâtissier da Madame Antonieta. Fã da culinária francesa, é especialista em macarons. No vídeo abaixo, conheça mais sobre o charmoso espaço localizado na zona sul de Porto Alegre.

 

:: Veja galeria com fotos do encontro de Betty com as bloggers gaúchas

Tchau, comédia

O Le Blog de Betty nasceu em 2002, quando os diários virtuais ainda eram novidade. A ideia não era ficar famosa na moda, mas divulgar o trabalho como comediante em produções para o teatro. Com o passar do tempo o jeito de vestir da autora foi despertando mais atenção que o talento cômico. Foi aí que ela percebeu que tinha um bom negócio nas mãos.

? Quando comecei a ser reconhecida na rua vi que estava no caminho certo ?conta.

Tudo em família

Um post com fotos, textos, a indicação de onde saiu cada peça usada e a tradução para outros idiomas leva uma tarde toda para ficar pronto. As imagens com cara de produção profissional são, na verdade, bem mais caseiras do que as leitoras imaginam:

? Quem me fotografa é meu marido. Quando ele está muito ocupado, até minha mãe entra em cena ? diverte-se.

Moça empreendedora

Para aumentar o alcance do blog, Betty passou a traduzir seus posts para quatro línguas. Com a ajuda de colaboradores, cada texto ganha versões em inglês, espanhol, italiano e português. A sacada permitiu que a blogueira fosse lida bem além da França, multiplicando seu número de acessos, dados que, no fim das contas, são sua moeda de troca em negociações sobre publicidade. Quanto mais visibilidade, mais caro para anunciar.

Virando patroa

Betty acaba de contratar um agente para controlar a publicidade do blog e intermediar contatos com interessados em trabalhar com ela.

? Antes eu fazia parceria com uma agência de publicidade, que oferecia meu blog para marcas, mas eu não gostava muito disso. Para ficar mais pessoal, agora tenho alguém só para mim. Assim tenho mais controle.

Franceses chatos

Apesar de ter convites para sentar na primeira fila da Chanel e da Louis Vuitton, Betty jura que não é a maior fã dos desfiles. 

? As pessoas que vão à semana de moda de Paris são muito entojadas. Eu vou a, no máximo, dois ou três desfiles por temporada. Prefiro ir a lugares distantes de Paris, onde a moda é mais exótica e as pessoas são menos arrogantes. Adorei a São Paulo Fashion Week!

Viver de blog

Betty fatura com o blog de várias formas.

? Cada vez que uma leitora clica num link indicado por por mim e realiza uma compra, ganho um percentual. Isso é negociado com as marcas.

Ela também ganha para promover roupas e produtos de beleza em campanhas, desfiles e viagens. Tudo, no entanto, tem que ficar bem explicadinho para a leitora:

? Até posso ser contratada para participar do evento de lançamento de um produto, mas a marca já sabe desde o começo: só vou falar dele no meu blog se eu realmente gostar ? garante.

Vídeo: fotografando o look do dia

Tem blog ou simplesmente adora postar fotos de looks em redes sociais? No vídeo abaixo, a fotógrafa Anna Berthier, especialista neste tipo de foto, dá dicas para ter imagens perfeitas.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna