Black Friday! 5 passos para não ter um sábado negro | Moda na Real, por AsPatrícias

Tradição ancestral americana, mania recente no Brasil, a famosa Black Friday (literalmente, Sexta-feira Negra), chega prometendo descontos avassaladores em todo o território nacional, daqueles que atiçam como fogo a ansiedade consumista. Sim. Placas, banners, anúncios, e-mails, redes sociais, tudo parece chamar para a tal Black Friday – e a gente começa a contar os minutos esperando as ditas promoções. Entretanto, caros amigos, muito calma nesta hora. Sim. Pare. Respire fundo. E siga os nossos cinco passinhos para não ter uma ressaca fashion por ter exagerado na dose. Arrependimento não mata, mas é ruim pra caramba, né mesmo?!

:: Black Friday: como as mulheres podem aproveitar melhor as ofertas?

1. Consumo consciente

Antes de listarmos possíveis boas compras na Black Friday, a gente vai provocar um pouquinho, tá?! Afinal, a gente acredita que você precisa fazer três perguntinhas essenciais antes de qualquer compra: quero de verdade? Preciso? Posso? Resumindo: evite o impulso. Não é porque algo está barato que vale a aquisição, assim de pronto, sem mais nem menos. Ao contrário. Esse tipo de compra só provoca o abarrotamento do closet, acompanhado de conhecidas frases: “nunca usei isto” ou “nem sei porque comprei isso”.

Mais Moda na Real?
:: Terno, um clássico sempre pronto a transgredir
:: Tipo Audrey Hepburn! Inspirações para usar calça capri
:: Casaco camelo, um clássico a qualquer hora

2. Protagonista ou dispensável

A próxima etapa é saber o quanto aquela peça vai ser importante para a sua vida fashion. Essencialmente, pense em como ela veste a sua silhueta, se ela realmente lhe favorece, e em possíveis combinações com roupas que já fazem parte do seu arsenal. Quanto mais ela for versátil ou mais você considerá-la primordial, mais tá valendo.

3. Clássicos

A Black Friday é o momento perfeito para comprar aquela peça eterna, que vai fazer bonito hoje e por muito tempo no seu closet. E quais são elas? Uma camisa branca, um paletó preto, uma calça preta de alfaiataria, uma saia lápis, uma jaqueta biker de couro, um vestido preto, uma jaqueta jeans, uma calça jeans, um macacão preto são bons começos para um guarda-roupa atemporal. Só atenção: aqui é preciso observar o corte, a matéria-prima, o acabamento, a silhueta. Quanto menos detalhes, melhor, afinal, é preciso evitar tudo que pode datar esta peça, que promete durar por muitas estações. Portanto, aposte em botões discretos, zíperes tradicionais, debruns e pespontos neutros.

Também prefira sempre os cortes mais sequinhos, que contornam a silhueta sem marcar, e os modelos mais tradicionais, principalmente no que se refere ao jeans (jaqueta e calça). Opte por tecidos nobres ou naturais, como linho, seda, algodão, lã fria, crepe – eles resistem ao tempo mantendo a sofisticação. E prefira as compras in loco para poder virar, literalmente, a peça ao avesso, olhando costuras e forro. Se for comprar on-line, escolha marcas reconhecidas pela qualidade para minimizar riscos de adquirir uma peça ordinária, que vista mal e com pouca durabilidade.

 :: Terno, um clássico sempre pronto a transgredir
:: Casaco camelo, um clássico a qualquer hora
:: Parka: um clássico democrático e versátil

4. Tendências longas

Sabe aquela tendência que tá chegando agora, mas vai se manter com força até a outra temporada?! Elas existem e são uma excelente compra. E aqui a gente dá uma mãozinha para você identificar algumas das mais importantes.Vamos lá?!

Calças pantacourts, aquelas pantalonas mais curtas, fazem bonito agora e na próxima temporada. Pode apostar. Principalmente se for de um tecido de alfaiataria, mais encorpado.

blackpantacourt1

Franjas e camurça provocam fuzuê neste verão e também seguem lindas e poderosas no inverno. Tops e vestidos são perfeitos tanto com o detalhe, como no material. Bem no climão setentista que a gente adora.

blackcamurça

Qualquer peça ao estilo boho-chique tá valendo muito. Pode apostar. Vestidos longos e estampados, cardigãs alongados com carinha de feito à mão, sandálias plataforma (que podem ser usadas com meias no inverno), batas e calças flare. Tudo perfeito para o calor e também para quando as temperaturas baixarem.

blackboho-752x499

Peças esportivas, principalmente tops e tênis de performance, que podem ser usados com roupas cotidianas e prometem ser ainda mais coloquiais junto ao estilo urbano no inverno do que no verão. Caso você não se encoraje a fazer esta misturinha boa, vai usar para a finalidade primeira, ou seja, a prática de exercícios. Sem desperdícios.  Estampas geométricas são puro luxo no verão e seguem lindas no próximo inverno.

blalckesporte

 

5. Detalhes fundamentais

Invista em acessórios e sapatos, já que ambos têm muito mais a ver com estilo do que com tendência. Procure os que mais combinam com você e compre sem medo. O que tá valendo muito? Brincões, sandálias bem pesadas, scarpins de salto grosso e bolsas médias e estruturadas.

Leia mais
Comente

Hot no Donna