Capital fashion: semana de moda de Londres reúne tribos de figuras estilosas

Imagens dos personagens mais sintonizado são capturados pelos fotógrafos de street style

Semana de moda britânica é o habitat natural de autênticos
Semana de moda britânica é o habitat natural de autênticos Foto: Divulgação

Lady Gaga virou ícone por sua irreverência e autenticidade. Com produções surreais, ela provoca espanto e desperta interesse de grande parte da população. Mas se ela estivesse em Londres, provavelmente seria apenas mais uma no meio da multidão.

Principalmente se estivesse transitando pelas redondezas de Somerset House, a sede da semana de moda britânica e o habitat natural dos looks mais diferentes entre os fashionistas.

Em qualquer semana de moda é comum que aconteça uma catarse no público, que aproveita a situação para investir na produção. É o momento para adotar aquele visual que sempre teve vontade de usar, mas não tinha oportunidade.

A cena londrina ultrapassa todos os limites das tendências e abriga uma população de autênticos pessoas que buscam se distinguir dos demais.

Moda de rua

De olho nas novidades, os fotógrafos de street style capturam a passagem dos personagens mais sintonizados. Estas imagens proporcionam notoriedade aos anônimos, além de servir de referência para pesquisa de moda e comportamento em blogs de todo o mundo.

Em uma análise mais profunda, o comportamento livre ? nas formas de expressão e comunicação com a sociedade por meio da moda ? é uma grande conquista do consumidor final. Não vale mais regras e padrões, não há certo ou errado. As tendências não passam de possibilidades que o mercado trabalha para fazer a indústria girar.

>>> Confira a galeria de fotos

Brincar com todos os caminhos que a moda oferece

Lembra do tempo em que apenas as mulheres usavam batons e saltos? Pois é, aqui em Londres isso é passado. O que mais se vê pelos corredores da London Fashion Week são homens usando batons vinho e plataformas incríveis.

Cada semana de moda tem seu perfil cultural. A tradição de Milão aparece nas socialites italianas. Já NY é cosmopolita e comercial. Paris é sofisticada e chique como suas marcas. E Londres é naturalmente intrigante e inovadora.

O governo britânico usa estrategicamente a seu favor esse perfil de comportamento. O incentivo financeiro é focado em jovens designers e a publicidade fortalece a imagem de inovação no mercado mundial. Há algumas temporadas, a Vogue Itália (a bíblia da moda) lançou um encarte especial com os talentos londrinos. Houve polêmica e a mídia italiana questionou o motivo de tanto destaque para estilistas de outro país.

A valorização dos talentos locais aquece a economia e serve de exemplo para os catarinenses, que também contam com grandes nomes, mas não têm costume de consumir as próprias criações. Confira no site do Donna (www.donna.diario.com.br) alguns cliques das figuras únicas que circularam na semana de moda em Londres.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna