Chanel Nº5 pode ser proibido por cientistas

Perfume icônico está em risco sair de linha devido a ingrediente que pode causar alergia

Foto: divulgação

– Apenas duas gotinhas de Chanel Nº5 -, respondeu Marilyn Monroe, em 1955, quando questionada sobre o que usava para dormir. Pois o tradicional e amado perfume, símbolo feminino há gerações, pode estar com os dias contados. Pesquisadores recentemente classificaram o musgo, substância usada na fragrância, como potencialmente alergênico, o que pode bani-lo da indústria por quebrar as novas regras da União Europeia que concernem substâncias desse tipo.

Outros perfumes também ameaçados por conter musgo são Miss Dior, Shalimar da Guerlain e Angel de Thierry Mugler.

– Chanel Nº5 nunca fez mal a ninguém. Se isso continuar, será o fim dos perfumes. Quanto mais você usa ingredientes naturais, maior o risco de alergias. Limão, jasmim e bergamota também contêm substâncias alergênicas – defende Sylvie Jourdet, da Sociedade Francesa de Perfumistas.

A Comissão Europeia afirma que por enquanto não pretende banir esses produtos, mas está consultando a indústria e os consumidores.

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna