Cinco dicas para ser feliz nas liquidações de roupas

Cena do filme 'Delírios de Consumo de Becky Bloom'/Foto Reprodução
Cena do filme 'Delírios de Consumo de Becky Bloom'/Foto Reprodução

As liquidações de troca de temporada parecem chegar cada vez mais cedo, não é mesmo? Afinal, o desejo pelas novidades da estação segue em altíssima e as ditas já começam a ganhar a companhia de garrafais letras vermelhas chamando para descontos que prometem ser avassaladores. Boa hora para comprar? Sim e não. Sim se a compra for realizada com calma e consciência. Não se a gente adquire um monte de peças que só vão fazer volume no closet sem provocar sequer um resquício de estilo no dia a dia. E como acertar nessa hora de mais pura “ansiedade Credicard”? Bem. A gente dá uma forcinha com os cinco passos para fazer boas comprar nas promoções.

  1. Necessidade e poder: faça três perguntinhas essenciais antes de qualquer compra: posso? quero de verdade? Preciso? Resumindo: evite o impulso. Não é porque algo está barato que vale a aquisição. Geralmente é ao contrário, já que a compra por impulso é uma das protagonistas do closet abarrotado e da falta de estilo – isso sem falar no cartão de crédito no vermelho. Ah! Vamos fazer uma ressalva aqui: ter tranquilidade para pagar o produto é fundamental para evitar qualquer estresse da liquidação e aquela tristezinha que surge depois do impulso da loja. Se você estiver sem grana no momento, deixe para a próxima temporada. Melhor resgatar o que se tem no armário e dormir tranquila, né?! Caso o crédito não seja problema, passe para o segundo tópico da nossa lista para ver se a compra é realmente válida.
  1. Essencial ou dispensável: a próxima etapa é saber o quanto aquela peça vai ser importante para a sua vida fashion. Ela veste bem em você, favorece seu corpo, tem a ver com seu estilo, combina com as outras roupas que você tem em casa? Comece provando a peça, observe se as costuras estão perfeitas, se os botões estão no lugar, se ela contorna bem seu corpo, ou seja, sem marcar ou sobrar em qualquer lugar, se o tecido tem bom caimento ou se marca alguma parte do corpo que você prefere disfarçar. Se ela não atender a todos esses predicados, esqueça a tal peça. Se ela foi bem neste teste, pense com qual roupa sua você pode combinar a peça, inclusive acessórios. Quanto mais ela for versátil ou mais você considerá-la primordial, mais tá valendo.
Cena do filme 'Delírios de Consumo de Becky Bloom'/Foto Reprodução

Cena do filme ‘Delírios de Consumo de Becky Bloom’/Foto Reprodução

  1. Atemporais: as liquidações são o momento perfeito para comprar aquela peça eterna, que vai fazer bonito hoje e por muito tempo no seu closet. E quais são elas? Uma camisa branca, um paletó preto, uma calça preta de alfaiataria, uma saia lápis, uma jaqueta biker de couro, um vestido preto, uma jaqueta jeans, uma calça jeans, um macacão preto são bons começos para um guarda-roupa atemporal. Só atenção: aqui, novamente, é preciso observar o corte, a matéria-prima, o acabamento, a silhueta. Quanto menos detalhes, melhor, afinal, é preciso evitar tudo que pode datar esta peça, que promete durar por muitas estações. Portanto, aposte em botões discretos, zíperes tradicionais, debruns e pespontos neutros. Também prefira sempre os cortes mais sequinhos, que contornam a silhueta sem marcar, e os modelos mais tradicionais, principalmente no que se refere ao jeans (jaqueta e calça). Opte por tecidos nobres ou naturais, como linho, seda, algodão, lã fria, crepe – eles resistem ao tempo mantendo a sofisticação. E prefira as compras in loco para poder virar, literalmente, a peça ao avesso, olhando costuras e forro. Se for comprar on-line, escolha marcas reconhecidas pela qualidade para minimizar riscos de adquirir uma peça ordinária, que vista mal e com pouca durabilidade.Os essenciais do closet, peças básicas que jamais saem de moda e são sempre um bom investimentoOs essenciais do closet, peças básicas que jamais saem de moda e são sempre um bom investimento 
  2. Tendências longas: cada vez mais, as tendências estão se tornando menos efêmeras. Parece até contraditório ao pensarmos na própria palavra (tendência) e também porque estamos falando de uma indústria que precisa do novo para andar pra frente, né mesmo?! Sim e não. Muitas apostas são consideradas ousadas demais em uma estação e acabam tornando-se mais usuais na temporada seguinte. Outras fazem parte de um conceito que vai seguir sendo trabalhado pelos designers na coleção seguinte. Eis a hora para comprar algumas dessas apostas. Quais seriam elas agora? De pronto, podemos apontar os tons aquarelados, com destaque para os rosas suaves, como uma excelente compra. As jaquetas bomber mantêm a força – sim, elas seguem firmes no inverno. As peças com apelo divertido, aplicações e frases de efeitos que remetem ao visual de letters anos 1980 e 1990 também são ótimas para proporcionar um toque fun ao closet – invista em camisetas ou acessórios com esse layout. As camisas leves de essência romântica e suaves estampados, com gola laço, se tornam boas companheiras de casacos pesados e jaquetas biker. As peças ao estilo lingerie, como vestidos ou sutiãs sobre camisetas, são outras que merecem atenção nas liquidações. E ainda vão fazer bonito no frio as camisas de alfaiataria ampla, os metalizados e os modelos que promovam um elo entre o esporte e o chique. Pode apostar!
  3. Loucurinhas: bom, nossa lista estava bem comportada até chegar a este último item, o das insanidades que nos fazem felizes. Aqui podemos incluir aquela peça estranha, esquisita, fashionista por demais que talvez você jamais comprasse pelo valor cheio, mas que vale a aquisição diante de uma barbada espetacular. Sabe aquele casaco de pele nude e prateado que custava mais de mil e agora sai por cento e poucos? A calça de cor chiclete, o sapato verde-limão, o cropped furta-cor, enfim, a peça pela qual você é inexplicavelmente apaixonada e que agora tá com um descontão de verdade, que não pesará no seu orçamento. Compra! Essa é a hora! Escolha uma só desta lista, viu?! E desencane. Se você não usar e arrasar como imaginou, ela pode ser estrela de um brechó beneficente – e será um aprendizado para a próxima temporada de descontos.

Leia também
:: Como usar: a mule é tendência do verão 2017
:: Lingerie à mostra: tendência destaca as peças íntimas

Leia mais
Comente

Hot no Donna