Conheça o modelo de sutiã ideal para cada tipo de corpo

Para estilista Carolina Etz, postura e largura da alça e da tira alteral merecem atenção na hora da compra

Foto: Eduardo Carneiro

Estilistas dizem que metade dos méritos de uma roupa com caimento perfeito deve ser dada ao que está por baixo dela. A lingerie que aperta no lugar certo, esconde o que não deve aparecer e valoriza os melhores atributos da mulher é fundamental para o vestido ficar lisinho no corpo e o decote ser valorizado.

A escolha do sutiã deve levar em conta mais do que tecidos e cores. Apesar das modelagens terem uma base parecida, cada marca tem o seu diferencial, por isso se adaptam de formas diferentes.

? Não pode ter preguiça! Tem que experimentar vários tamanhos ? orienta a estilista Carolina Etz, que empresta seu nome a lojas de lingerie em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro e outras capitais do Brasil.

Carolina diz que o sutiã certo é aquele que dá firmeza, não aperta e nem fica largo no seio.

? Para escolher um sutiã perfeito, observe sua postura: na hora de experimentar, não incline o corpo para frente ou para trás. Isso vai atrapalhar o caimento. Também preste atenção na largura da alça e na da tira lateral.

? O sutiã serviu perfeitamente quando você está segura e não lembra o dia todo que está com ele. Fica o alerta: quem regula demais não está com um sutiã do tamanho correto.

Aparecendo, só se for de propósito

>> Use

Na moda das blusas com transparência, o sutiã virou peça fundamental para compor o look.

? Quando ele aparece, tem que arrasar ? diz Carolina Etz. 

? Um sutiã de renda preta com uma blusa nude deixa o visual lindo ? indica a estilista.

Quem tem medo de ficar muito exposta pode adotar uma produção como a desfilada por Gisele Bündchen, na foto abaixo. Com jaqueta, escondendo de leve a lingerie, a produção fica mais comportada.

 

>> Evite

Alça de silicone aparecendo é crime, garante Carolina Etz.

? Se a blusa acabar revelando um pedacinho da alça, opte por usar um sutiã de renda, criando uma produção mais moderna.

Agora, se os ombros ficarem totalmente de fora, o modelo tomara que caia é a solução. Os sutiãs de alças bem largas dão mais sustentação para quem tem seios grandes. Para seios médios e pequenos existem os sutiãs adesivos. São laváveis e podem ser usados por várias vezes. Permitem o uso de blusas sem alças ou peças que deixam as costas nuas.
 
Modelo da marca americana Fashion Forms: cola, descola e não aparece sob a roupa.

Um sutiã para cada caso

– Seios grandes
O modelo deve ter estrutura abaixo do bojo para dar mais segurança. Alça larga é ideal para não machucar os ombros. O estilo das costas vai depender se você tem gordura localizada na região. Quem tem, pode usar os modelos com tiras mais largas na lateral, que disfarçam essa gordurinha. Quem não tem, pode usar o estilo nadador. O bojo deve ter uma cobertura maior, pegando a partir da linha embaixo do braço e indo até o meio do corpo.

– Seios pequenos
Quem quer aumentar o volume deve utilizar modelos com enchimento. A alça pode ser fina, já que não há necessidade de sustentação.

– Seios separados
O ideal é o modelo com fecho na parte da frente. Além disso, o sutiã tem que ter enchimento para juntar os seios. A alça cruzada ajuda na tarefa.

– Seios caídos
Pedem um sutiã com base, que dá sustentação e levanta a região. Se o seio não for grande, vale a pena usar enchimento para dar mais formato. A alça deve ser mais larga também.

 

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna