Inusitado, desfile de Patricia Motta no Minas Trend mistura música gospel e universo das princesas

Nada poderia ser mais contrastante: quando os modelos vestidos com a alfataria sóbria de Alexandre Hercovitch deixaram a passarela na noite desta terça, meninas com coroas e vestidos esvoaçantes dançaram sobre ela ao som de música gospel no desfile de Patricia Motta. É que no Minas Trend, os desfiles são apresentados em duplas, um seguido do outro, sem espaço pra que a plateia tome fôlego, nem muito menos dê aquela corrida até a sala de imprensa. É claro que não se pretende uma harmonia entre as duplas, mas quando a dinâmica é essa, a comparação entre elas é  inevitável.

Patricia Motta

Batizada de Alegria, a coleção de Patricia Motta, referência quando o assunto é o seu trabalho com couro, foi baseada em confortáveis caftãns e vestidos superamplos e fluidos em tons candy de rosa, amarelo  e azul.

motta

Coroas de ouro e pedras preciosas ornavam as cabeças remetendo ao universo onírido das princesas.

O desfile-dança foi embalado pela cantora gospel Lu Alone, mas nem todas as modelos, que se apresentaram descalças, conseguiram demonstrar naturalidade saltitando sobre a passarela do Expominas.

pmot_img_Zk_v16_0006Fotos Agência Fotosite

Embora referências de religiões na moda não sejam novidade, teve muito jornalista torcendo o nariz para a mistura ousada da estilista, que  inclusive presenteou os convidados das primeiras filas do desfile com um mimo inédito: um CD com a Bíblia falada. Embora com uma pegada bastante teenager, a verdade é que a coleção leve e romântica de Patricia Motta pode sim agradar em cheio o público comprador.

 

 

 

Leia mais
Comente

Hot no Donna