Designer de moda catarinense transforma jornal em vestido fashion

Monike Demikoski criou o look com centenas de tiras de DC

Monike Demikoski criou vestido corselet longo e volumoso com jornais guardados
Monike Demikoski criou vestido corselet longo e volumoso com jornais guardados Foto: divulgação

Se a moda recicla tendências passadas, por que não reaproveita lixo também? Olhando para a pilha de Diário Catarinense antigos em sua casa, a designer de moda Monike Demikoski, 22 anos, quis dar um fim mais interessante para o jornal, do que transformá-lo em embrulho de peixe.

Como precisava renovar o portfólio, criou um look usando exemplares do DC, comprados, de acordo com ela, sempre aos domingos para acompanhar o caderno Donna. Foram dois dias de trabalho. O resultado foi um vestido corselet longo e volumoso.

? Eu sempre fui bem chata com essas questões ecológicas. Na faculdade, fiz uma matéria sobre isso. Então, procurei inovar para o meu portfólio ? revela Monike, que se formou em 2009, na Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul).

Para a saia do vestido, a designer cortou centenas de tiras de jornal, que foram sendo coladas sobre uma base de papel pardo. Ela também usou tirinhas de cetim. Já para o corpete, Monike rasgou pequenos pedaços de folha do impresso, que foram sobrepostos com cola. Para quebrar a cor cinza, ela usou tinta dourada tanto na saia, quanto na parte de cima, que ainda ganhou detalhes em preto. O visual ficou completo com um tule preto, que foi amarrado à cintura.

? Não foi tão difícil quanto parece. Nunca fui boa em modelagem, mas sempre gostei de criação. O vestido foi feito mesmo para o meu portfólio, ele está guardado em casa, mas serve de alerta para a reciclagem ? ressalta.

Ela deu o nome para a criação de “Do Lixo ao Luxo”. Para ela, o vestido é uma obra de arte.

? Digo arte porque acredito que a moda também faz parte desse mundo de críticas e conceitos concretizados em criações. Acredito que o lixo e o luxo caminham juntos. Quanto mais dinheiro e mais luxo ostentar o indivíduo, mais lixo ele produzirá ? diz.

Além de contribuir para o portfólio, o vestido também atraiu atenção das lentes. Ele foi usado em um ensaio fotográfico feito no Parque do Córrego Grande, em Florianópolis. A sessão de fotos fez parte de um trabalho acadêmico das alunas Ester Mendes, Greyce Luz, Duda Bauer e Raphaela Cavalheiro, do curso de fotografia da Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Leia mais
Comente

Hot no Donna