Editorial! Nove marcas gaúchas de alfaiataria que você precisa conhecer

Foto: Lucas Cunha, especial
Foto: Lucas Cunha, especial

A alfaiataria está na a essência do closet contemporâneo. Clássica e atemporal, flerta com as tendências em modelagens amplas e certo despojamento, como você vê neste editorial produzido com grifes gaúchas em um cartão-postal de Porto Alegre, a Fundação Iberê Camargo.

Gabriela Basso Clothing

A estilista caxiense Gabriela Basso, que assina a saia e a camisa deste look, cria roupas embasada pela alfaiataria, em modelagens tradicionais ou mais despojadas, sempre com destaque para a qualidade apurada. Estampas exclusivas são marca registrada, uma forma de expressão das opiniões da designer, como o amor pelos animais – a marca é vegana – e a defesa de um mundo mais ético e sem preconceitos. Tudo, é claro, sofisticado e atemporal.

1

A camisa, um dos clássicos da alfaiataria, surge em versões leves e de sutis transparências, sempre amplas. Saia e camisa Gabriela Basso Clothing, bolsa PP Acessórios e sapatos Arezzo

Esenco

Esenco, em esperanto, significa essência, palavra perfeita para apresentar a grife farroupilhense criada por Renata Piccoli para falar a mesma linguagem da pessoa que a usa, independentemente de gênero, idade e estilo. Corpo livre, tecidos naturais, simplicidade e neutralidade são primordiais para a marca. Como você vê no top e na saia do look ao lado, a Esenco reflete o desejo por um guarda-roupa versátil, prático e funcional. Todos os detalhes são pensados seguindo a premissa de conforto, das modelagens amplas às etiquetas produzidas do reaproveitamento do tecido 100% algodão usado nas peças.

Mudha

Criada em dezembro de 2016, a grife das sócias Aline Fischmann e Verônica Petry traz roupas de cortes urbanos e atemporais como este casaco. A matéria-prima varia entre tecidos mais nobres, como seda e linho orgânicos, e casuais, como jeans reciclado e poliéster proveniente de garrafas PET. Elas acompanham de perto a cadeia produtiva para garantir que todo o processo esteja de acordo com os princípios da marca, de respeito aos pilares da sustentabilidade: social, econômico e ambiental. O resultado traz roupas com precisão em detalhes e alta qualidade.

2

O casaco amplo em tecido rígido cria um contraponto perfeito para o conjunto de saia e top em nude. Brinque com tons próximos, efeito que alonga e sempre se torna sofisticado. Casaco Mudha, top e saia Esenco, clutch PP Acessórios, sapatos Arezzo e brincos de acervo

Ada

Criada por Camila Puccini e Melina Knolow, a Ada tem o nome inspirado em Ada Augusta Byron King, a responsável pela criação do primeiro algoritmo a ser processado por uma máquina. Esse conceito de empoderamento feminino está na essência da Ada, que prioriza matérias-primas de fibras naturais feitas 100% no Brasil e que respeitam os direitos dos animais. Além disso, todo o resíduo produzido pelas peças é destinado à ONG Patas Dadas, que transforma as sobras de tecido em capas e camas para cachorros e gatos. Como você vê no quimono e macacão ao lado, o visual é minimalista – e tudo é feito à mão.

Jaque Pauletti

Publicitária, escritora infantil, artista plástica, designer, ilustradora, a caxiense Jaque Pauletti é daquelas pessoas que está sempre inventando mil e umas. E agora assina uma linha de bijuterias produzidas manualmente com materiais diferenciados que se tornam estrelas do visual. Confira o resultado nos colares que fazem a diferença deste look.

3

O quimono faz as vezes de blazer em novos conjuntos, desestruturados, como nesta combinação com macacão amplo – e confortável. Quimono e macacão Ada, colares Jacque Pauletti, bolsa PP Acessórios e sapatos Arezzo

PP Acessórios

Amanda Py e Petula Silveira foram pioneiras ao adotar o conceito upcycling no Brasil, com bolsas e acessórios construídos com couros excedentes da indústria calçadista, onde as duas designers atuavam até criarem a marca própria em 2010. A PP traz um design apurado em bolsas, acessórios (que você vê em outros looks deste editorial) e também em roupas, de construções simples, mas primorosas, como este vestido.

Sall

A Sall, da designer Paula Azevedo, tem na matéria-prima sua essência, já que trabalha somente com fibras naturais, daí o nome da grife. Seda, algodão, linho e lã dão forma às peças, confortáveis e sofisticadas, de shapes minimalistas e atemporais como este blazer.

00c844db

O vestido de couro surge como base perfeita – e elegante – para combinar com os blazeres alongados e amplos, uma das principais novidades da temporada. Vestido PP Acessórios, blazer SALL, braceletes Côté e sapatos Arezzo

Cótê

Ao fazer uma pós-graduação de Design Moveleiro, Priscila Berselli começou a pesquisar mais sobre o descarte de resíduos e retalhos do setor. E assim começou a nascer a Côté, que cria pequenos objetos de design diferenciado. Ela coleta materiais como MDF, borracha e madeira de lei em tamanhos que serão melhor adaptados à produção. Depois cria e desenha, cortando a laser as peças. Ao final, cada uma recebe um acabamento específico, sempre feito à mão. Um processo delicado e preciso que resulta em peças como este cinto.

4

As calças de pregas com cintura alta se tornam obsessão de moda e são perfeitas para combinar com camisas ou blazeres amplos Calça e camisa Gabriela Basso Clothing, cinto Côté, sapatos Arezzo

OCKSÅ

Soma, em sueco, a grife é o elo criativo entre Deisi Witz e Igor Bastos. Uma das marcas gaúchas de mais renome, já apresentou coleções em semanas de moda no Rio de Janeiro, na Antuérpia, em Berlim, Vancouver, Fortaleza e na Casa de Criadores, em SP. De estética minimalista, genderless e atemporal, a Också usa materiais naturais e tecnológicos e raros, que trazem conforto, praticidade e uma elegância singular, como aqui neste vestido.

5

O pretinho básico ganha contraste de materiais, modelagem ampla e muita bossa para esta estação Vestido Också e sapatos Arezzo

Conceito: Aspatrícias Inteligência em Moda (www.aspatricias.com.br)
Fotografia: Lucas Cunha
Texto e estilo: Patrícia Pontalti
Assistente de estilo: Mariana Vallim
Cabelos: Alexandre Paranhos (Kapo Cabelos)
Make: Jonatan Nogueira (Kapo Cabelos)
Modelo: Clara Soares (Fun Models)
Lojas e grifes que participaram deste editorial: Ada, Arezzo, Cótê, Coletivo 828, Esenco, Gabriela Basso Clothing, Jaque Pauletti, Mudha, Pandorga, PP Acessórios, Också e Sall.

Leia mais
:: Editorial: como seria o verão 2018 à moda Lady Di?
:: Editorial! Aposte no tweed: a tendência atravessa gerações e ganha novas possibilidades no dia a dia
:: #Editorial: do casacão de pelo à t-shirt, vale tudo nos dias em que as temperaturas oscilam a toda hora

Leia mais
Vídeos recomendados
Comente

Hot no Donna