Estilista dá dicas para apostar no estilo vintage sem exageros

Tendência da década de 1920 voltou forte com o lançamento de O Grande Gatsby

Foto: Reprodução

Com o sucesso do remake do filme O Grande Gatsby, a moda da década de 1920 volta a ficar evidente. A aposta é em com silhuetas retas, turbantes e pérolas nos acessórios. Contudo, a estilista Milka Wolf, idealizadora do Museu da Moda (MUM) de Canela, alerta que, no momento de apostar em um estilo vintage, o ideal é cuidar para não cair no exagero:

? A cada estação tendências de décadas anteriores são revitalizadas. E, independente da tendência escolhida, é preciso conhecer um pouco de história para não montar um look com aparência de fantasia retrô.

A estilista aproveitou para dar dicas que podem ajudar a compor o visual:

>> Conhecer seu corpo e sua alma pode parecer apenas frase de livros de auto-ajuda. Mas funciona na hora de se vestir. Esse é o primeiro passo para entender o que fica melhor em você. Não tenha medo do espelho. Enfrente-o. Olhe-se bastante e vá compreendendo os seus pontos mais fortes e os menos favorecidos.

>> Observe os looks que as revistas montam. Perceba as cores que utilizam, as texturas e de que forma combinam as peças. Procure encontrar visuais nos quais você se identifique.

>> Tire um dia inteiro para fazer o que a terapia do armário. Retire todas as peças do guarda-roupa e devolva apenas aquilo que realmente você gosta de usar. Doe as roupas velhas ou que usa raramente.

>> O Dia C é um dia só seu. O Dia da Compra. Deve ser feito logo depois da terapia do armário. Vá às compras sabendo o que realmente precisa. Lembre-se que o barato não se calcula pelo valor, mas pela quantidade de vezes que você vai usar a roupa. Não compre se não tiver certeza.

As últimas do Donna
Comente

Hot no Donna